28 Agosto, 2014

Herdeiros de Goebells... são tantos e passeiam-se como santos


É uma frase datada, que só não se mantém actual porque foi ultrapassada pelo sistema e pela persistência do "modelo Goebbels" e do seu uso, na manipulação diária pelos "média".
Hoje, pouco interessa que a mensagem, o discurso, a imagem ou o desempenho na entrevista, sejam verossímeis ou adequadas à realidade. O que é necessário é que, mesmo não acreditando, o receptor fique agradado. Mesmo que o que seja dito ou mostrado seja uma mentira, o que conta é que o dito seja bem dito (de preferência acompanhado de um convincente sorriso), o que seja escrito seja gratificante, e o que seja mostrado desperte uma (qualquer) emoção. 
E que se cuide quem tiver a ousadia de apontar o conteúdo absurdo. No mínimo recairá sobre ele o mais severo ostracismo.

Sobre as estratégias de manipulação através da imagem, ver também este post

26 Agosto, 2014