25 junho, 2010

Zero a zero (ganhámos nós)

Mais uma vez a nossa selecção, tal como os meus netos, entendeu a minha táctica. Na escola de Sagres, dei a palavra de ordem, que virá a ser conhecida por "Sagres Zero" (que nada tem a ver com um conhecido anúncio): Na primeira parte joguem com a avó ao colo, com uma perna às costas e com os olhos vendados. Depois... alguns à frente, alguns atrás e o resto no meio...
-

No fim do jogo, como é costume, os meus netos assaltaram-me com novecentos e noventa e nove perguntas:
  • Marta (13 anos) - Vô, o Queiroz fez mesmo o que tu nos ensinaste?
  • Miguel (11 anos, irmão da Marta) - Claro que não, o avô disse que quem tinha que levar avó ao colo era ele próprio ...
  • Duarte (6 anos, o tal lourito) - Agora vamos jogar contra as oito avós?
  • Diogo (1o meses, o tal "ranhosito") - Tá, tá, tá, bummmm?
  • Eu - Tá! Tá bummmm, pois!

NOTA: Não esclareci o Duarte, será mais tranquilizador que ele fique a pensar que Portugal irá ter de enfrentar, na fase seguinte, oito... velhotas!