15 fevereiro, 2011

Decreto que, a partir de hoje, todos os dias são dias dos (e)namorados

-
Eros e Psique
--
Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

Fernando Pessoa




___________________________Bethânia diz Pessoa

(Post prometido à Barbara, que anda fugida e ao Facebook rendida)

26 comentários:

  1. Cumpriei o decreto com o maior gosto, Rogério, mas não pode ser antes dos enamorados?

    ResponderEliminar
  2. Paula,
    Sabia que ia gostar...

    Carlos,
    Será, vou alterar...

    ResponderEliminar
  3. Acho bem que tenha cumprido , já que ouviu, rrss

    Eu é que não posso seguir a sua legislação de maneira alguma, mas não me multa, pois não? rrsss

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  4. É um decreto que deve ser cumprido à risca, eu tentarei cumpri-lo à risca,
    Já não direi todos os dias, mas a maior quantidade que poder.

    Um abraço,
    José.

    ResponderEliminar
  5. Só tu!
    Não vejo o nosso governo a decretar assim.

    ResponderEliminar
  6. Adoro Fernando Pessoa, logo, adorei a postagem!
    Abraço, amigo!

    ResponderEliminar
  7. Nussa que lindoooooooooo
    adorei

    beijos moço, ótima quarta pra vc.
    E que se cumpra ser todos os dias dos (e)namorados.
    abraço pertadinho.

    ResponderEliminar
  8. Decreto português? Claro, tem que ser. Então, não vai ser cumprido. : )

    ResponderEliminar
  9. Caro Rogério
    Li um dia que "até uma folha de papel levantada por 2 fica mais leve". O Amor é mesmo isso dois enamorados juntos tornam tudo mais fácil, por muito difícil que a "coisa" seja.
    Quanto ao Poema não precisa de comentários é de Pessoa. Aqui lindamente declamado pela voz doce e limpída de Maria Bethânia.
    Bom momento e claro aceito o decreto.
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Não conhecia
    caramba
    o homem fazia das palavras
    magia...

    Muito bonito.
    Pena que o amor se tenha banalizado tanto que já nem sabemos a que chamar de amor...

    laura

    ResponderEliminar
  11. Soory, o encapuçado aparece quando passo do gmail para o blogue sem me registar, antes isso não acontecia, agora sim...

    beijinho

    laura

    ResponderEliminar
  12. Há cinquenta anos (já só faltam três meses) decretei o mesmo. Temos cumprido, e assim continuaremos. É o meu (o nosso) jeito de ser, de que gostamos.
    O poema de Pessoa?
    Meu caro Rogério, são desnecessários dizeres; palavra a palavra ele põe-nos a navegar num dongo mágico por nós próprios.
    Certo estava Saramago quando escreveu:
    "...Este Fernando Pessoa nunca chegou a ter verdadeiramente a certeza de quem era, mas por causa dessa dúvida é que nós vamos conseguindo saber um pouco mais quem somos."
    Bethânia?
    Alguém disse, e com razão, ser ela "uma das maiores intérpretes da palavra falada, que ilumina todas as linhas."
    Aqui está a prova, com esta notável leitura de Pessoa.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. Caro Rogério
    Tendo em conta que o amor não escolhe "linguas" aqui lhe deixo uma coisa que encontrei que pode ajudar a internacionalizar o seu "decreto"
    Não sei se está certo, mas parece-me que isto tudo corresponde à palavra "amo-te".
    Abraço


    Africano -Ekhet jou liefe

    Albânio -Te dua

    Alemão - Ich liebe dich

    Amárico - Afekrishalehou

    Árabe - Ana Behibek

    Bávaro - I mog di narrisch gern

    Birmanês - Chit pa de

    Boliviano - Qanta munani

    Búlgaro - Obicham te

    Cantonês - Moi oiy neya

    Catalão - T'estim

    Checo - Miluji te

    Chinês - Ngo oi ney

    Cingalês - Mama oyata adarei

    Coreano - Tangsinul sarang ha yo

    Corso - Ti tengu cara

    Croata - Ljubim te

    Dinamarquês - Jeg elsker dig

    Eslovaco - Lubim ta

    Esloveno - Ljubim te

    Espanhol - Te quiero

    Esperanto - Mi amas vin

    Flamengo - Ik zie oe geerne

    Filipino - Mahal ka ta

    Finlandês - Mina rakastan sinua

    Francês - Je t'aime

    Francês Canadiano - Sh'teme

    Frisão - Ik hald fan dei

    Gaélico - Tha gra agam ort

    Grego - S'ayapo

    Grego antigo - Ego philo su

    Gronelandês - Asavakit

    Havaiano - Aloha i'a au oe

    Hebreu - Ani ohev otach

    Holandês - Ik hou van jou

    Húngaro - SzeretlekIídiche - Ich han dich lib

    Indonésio - Saya cinta padamu

    Inglês - I love you

    Iraniano - Mahn doostaht doh-rahm

    Irlandês - Taim i' ngra leat

    Islandês - Eg elska thig

    Italiano - Ti amo

    Japonês - Kimi o ai shiteru

    Javanês - Kulo tresno

    Jugoslavo - Ya te volim

    Latim - Vos amo

    Latim antigo - Ego amo te

    Letão - Es milu tevi

    Libanês - Bahibak

    Lituanio - Tave myliu

    Macedoniano - Sakam te

    Madrileno - Me molas, tronca

    Malaio - Saya cintakan mu

    Mandarim - Wo ai ni

    Mohawk - Konoronhkwa

    Norueguês - Eg elskar deg

    Panjabi - Mai taunu pyar karda

    Paquistanês - Mujhe tumse muhabbat hai

    Persa - Tora dost daram

    Polaco - Kocham cie

    Português (Brasil) - Eu te amo

    Romano - Te iu besc

    Russo - Ya tebya liubliu

    Sérvio - Ljubim te

    Servo-Croata - Volim te

    Sioux - Techihhila

    Sírio/Libanês - Bhebbek

    Sueco - Jag alskar dig

    Suíço/Alemão - Ch'ha di garn

    Tagalo - Mahal kita

    Tailandês - Khao raak thoe

    Taitiano - Ua here vau ia oe

    Tâmil - nan unnaik kathalikkinren

    Télego - Neenu ninnu pra'mistu'nnanu

    Tunisino - Ha eh bak

    Turco - Seni seviyorum

    Ucraniano - Ja tebe kokhaju

    Vietnamita - Anh yeu em

    Zulu - Mena tanda wena

    ResponderEliminar
  14. Olá Rogério.
    Decretos assim são bem-vindos, sempre!
    Tanto mais que quando falar de política ou de Saramago, não faltarão apaixonados por esses temas. Apoiado!

    Adorei a lenda de Eros, o Deus do Amor, segundo a mitologia grega.(creio)
    A cada passo, me surpreendo com novas descobertas sobre Fernando Pessoa.
    Maria Bethânia, essa Diva maravilhosa da canção e, vejo, da declamação...ou não fosse ela irmã de Caetano Veloso.
    Viu o filme "Fala com ela" de Almodovar? Quando ele canta, em espanhol claro, "La Paloma", fico toda arrepiada!
    Por aqui me fico...e já fui além do que devia.
    Abraço amigo.
    Janita

    ResponderEliminar
  15. Fernando Pessoa era além de gênio da alma, uma pessoa mística.
    A simbologia disto é fantástica.
    Eros - o espírito
    Psiquê - a alma
    Qdo essas duas forças se encontram, dá-se o milagre do amor mas isso é raro.
    Amor está palavra gasta.
    Com a essência esquecida.
    Mas eu fiquei lendo, copiei e vou guardar.
    E Rogério, onde caminhe - esteja certo que uma gota do meu bem querer estará com você.
    Bravo navegante, bravo caminhante, bravo homem.

    ResponderEliminar
  16. Olá, Rogério
    Agrada-me, e tem todo o meu apoio, esse decreto :)

    De Fernando Pessoa dizer o quê?
    É Pessoa, e está tudo dito.

    Muito obrigada pelos seus parabéns.

    Boa semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Sendo Fernando Pessoa um místico, talvez estas palavras traduzam a busca inecessante da sua essência divina e simbolize, igualmente, a chegada a um patamar de consciência e descoberta importantes.

    ResponderEliminar
  18. Na verdade também no amor

    não sabemos fazer nada sòzinhos

    Achas que o decreto vai passar
    com este governo?

    ResponderEliminar
  19. Olhem, não foi desta...paciência
    O governo disse-me
    que exobitei na minha competência

    ResponderEliminar
  20. Concordo plenamente com tal decreto. Assim como Natal é sempre que o homem quizer, tambem devemos lutar para que aconteça igual com dia dos namorados.

    ResponderEliminar
  21. Decretou, está decretado!
    E Bethania diz Pessoa lindamente :)

    ResponderEliminar