30 março, 2011

O meu pássaro azul gosta do meu beiral. E eu gosto de o ver da minha janela...

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."

Foi com esta citação de Fernando Pessoa que aceitei a primeira oferta da Fê Blue Bird. Um selo que tinha inscrito um pedido: "Só te peço 5 minutos". Fui-lhos dando com frequência e frequentemente correspondido. Conheci-a num seu comentário (ou terá sido ao contrário?) onde não esteve de modas e me desafiou para responsabilidades governativas, impressionada pelo meu curriculum e pelos contributos por mim dados para a morte lenta da economia. A partir desse dia, em finais de Abril do ano passado, o "Meu pássaro azul" nunca mais se afastou do meu beiral e eu gosto de o ver da minha janela... (hoje edita lá um poeta meu) -----------------Obrigado Meu Pássaro Azul, do sul...

11 comentários:

  1. A amizade e a admiração nascidas em um ambiente tão impessoal...É, estas são gotas de felicidade que esse mundo, aparentemente tão inóspito, nos oferece, devemos aproveitar cada momento como único.
    Um grande bj querido amigo

    ResponderEliminar
  2. É lindo e emociona ver amizades compartilhadas assim, com palavras bonitas e sinceras.
    Talvez seja esse o motivo, porque quase todos chegamos e vamos ficando...
    Janita

    ResponderEliminar
  3. «A amizade não se busca, não se sonha, não se deseja; ela exerce-se (é uma virtude).»
    Simone Weil

    Meu amigo nada avinagrado ;)
    Como lhe posso agradecer o lindo post que me dedicou se me faltam as palavras.
    Obrigada por ser meu amigo!
    Beijo emocionado

    ResponderEliminar
  4. Olá Rogério
    É bom ter um pássaro azul. Parabéns.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  5. Caro Rogério
    Num dos ultimos comentários que lhe fiz, creio ter realçado esta sua faceta, incentivar os bloggers em momentos de desalento a não desistirem. Há sempre algo para dizer e nem sequer é preciso inventar.
    Na minha actividade de "maçarico" nestas andanças e porque o tempo é curto acompanho meia duzia de blogues ( com muita pena, dada a riqueza existente) o da Fê é um deles.
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Blogar também é isto: a dinâmica da partilha.
    Um bem-haja sempre pelas suas visitas e pela atenção que dispensa aos velhos e novos blogs.

    Fraterno abraço
    Mel

    ResponderEliminar
  7. Boa noite.

    Estou lhe seguindo e voltarei depois, para ler com mais calma.

    Um grande abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderEliminar
  8. Quando me iniciei na bloga fiz descobertaas e estabeleci relações fantásticas. Naquele tempo chamávamo-nos vizinhos e vivíamos todos num blogobairro. Tínhamos uma PresidentA, íamos `s festas de aniversários dos blogs de cada vizinho.
    Entretanto muitos partiram para o condomínio do FB, outros ficaram e novos vizinhos chegaram. São estas pequenas coisas que me mantêm ancorado à bloga e renitente a mudar-me para o FB, apesar de muitas insisências. É aqui que me sinto bem.
    Também recebi um presente da Fê e no fds lá estará em exibição no CR.

    ResponderEliminar
  9. Não tem nada a ver com as interacções que se estabelecem entre bloguistas/blogueiros aquilo que vou dizer.
    A propósito do nome do blogue da tua amiga quero apenas referir que os primeiros verdilhões vieram hoje saltitar nos ramos da minha cerejeira onde já despontam umas florinhas!

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. AMIGO ROGÉRIO..
    nada tão recompensador quanto o carinho reciproco.
    cultivar as amizades é como pantar uma flor, rega-se, aduba-se e da-se amor, pois se algum deles falhar é o amor que vai fortalecer a raíz para que o fruto cresça e possa ser saboreado.
    vc é assim, sabe dar amor aos que te acompanham virtualmente ou diariamente.
    alma de poeta e coração de menino, faz bem a quem te tem como amigo.
    linda postagem.
    tenha dias de felicidade e muito amor.
    bjuivos no seu coração.

    ResponderEliminar
  11. A blogosfera tem destas coisas. E é bom que assim seja...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar