02 novembro, 2011

Independentemente do SIM ou do NÂO como resposta ao referendo grego, há lições a tirar...

...bastou a uma pequena economia evocar o uso da democracia para "tudo" tremer...
Será que dá para perceber que, afinal, há poder negocial? A ser verdade, porque não o usar?