23 setembro, 2012

Homilias dominicais (citando Saramago) - 100



Já não estar, estando...

Não é a primeira vez que uma amiga me influencia na escolha de uma homilia. Não falarei do que ela fala, não falarei do fado, enquanto canção, mais do que lá lhe disse (Minha Alma se comove com o trinado, Meu Contrário atende ao conteúdo, e Eu fico preso e mudo, atento, ao lamento de um fado). Não repetirei que há vozes que lhe dão um sentido querido e que é ilustrado pelo video. É que o momento vivido exige que se fale do fado como destino, e neste, só há uma coisa certa que chega a hora incerta. No resto, enquanto a morte não chega, o destino será o que um homem fizer para que seja, com persistência e capacidade de espera, mais do que se pensa... 

HOMILIA DE HOJE
"Afinal, há é que ter paciência, dar tempo ao tempo, já devíamos ter aprendido, e de uma vez para sempre, que o destino tem de fazer muitos rodeios para chegar a qualquer parte." 
José Saramago