20 dezembro, 2013

Natal?

Portugal na rota do tráfico de seres humanos 

 

"

"Calcula-se que há 27 milhões de seres humanos tratados como escravos. Há mais escravos nos dias de hoje do que o número total de pessoas que alimentaram o tráfico negreiro durante quatro séculos.
O tráfico de seres humanos movimenta milhões de euros e é tão lucrativo como o tráfico de droga. Portugal é um dos destinos, mas também ponto de passagem."

Continuar a ler aqui

10 comentários:

  1. Uma tristeza imensa quando li o artigo e uma indignação maior ainda!

    Fica bem

    ResponderEliminar

  2. Regredimos, ao ponto do intolerável!

    Regredimos, regredimos... Como se não houvesse caminhos de Paz para percorrer.



    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Vi há dias uma reportagem ( creio que na SIC) sobre esse tema. Infelizmente, estava centrada na escravatura sexual, passando apenas pela rama casos de escravatura laboral, como o caso dos romenos que vieram para a apanha da azeitona, ou os portugueses em Espanha. Foi pena, porque dava muito pano para mangas.

    ResponderEliminar
  4. vê-se a qualidade em que este país se está a tornar...

    ResponderEliminar
  5. "Jerónimo Martins agenda para Janeiro entrada na agricultura" (do Jornal de Negócios)

    ResponderEliminar
  6. A única evolução, neste aspecto, fez-se no domínio da opinião pública... mas será efectiva, essa repulsa com que encaramos os factos? Conseguirá ela proporcionar as condições necessárias para que a escravatura venha a desaparecer?

    Abraço!

    ResponderEliminar
  7. Na impossibilidade de dirigir a cada amiga/o uma mensagem de Natal personalizada, escrevi umas palavras muito simples mas bem significativas do meu sentir:

    “Neste Natal gostaria de trazer-te:
    O verde da árvore – a cor da Esperança;
    E, das bolas coloridas:
    - O vermelho – a cor do meu Amor fraterno;
    - O azul – a cor da suavidade dos Anjos;
    - O dourado – a cor da prosperidade que te desejo;
    - O roxo – a tristeza que sinto quando não te vejo;
    - O branco – A Paz que quero para a tua vida.
    No tanger dos sinos ouve a minha voz pedindo protecção para ti e toda a tua família.
    Seja onde for que te encontres deixa-me ser um pouco do teu Natal.
    Mas… acima de tudo, desejo que, na tua noite de Natal, o “Menino” não tenha que perguntar:
    - Então e eu? - (V. minha postagem de 27/12/2009 – NATAL DE QUEM?)

    Mil beijos natalícios
    Mariazita
    (Link para o meu blog principal)

    ResponderEliminar
  8. Triste realidade
    nesta sociedade fazedora de escravos
    de todos os tipos

    ResponderEliminar
  9. Uma realidade cruel e absolutamente intolerável.
    Infelizmente as nossas ligações historicas ao trafico de escravos foram uma constante.

    ResponderEliminar