11 setembro, 2014

Os "onzes" de Setembro e o medo.



Quando, há bocado, consultei o gráfico e vi o pico, dei um grito: "Ena pá!" Depois pensei, que mesmo que o post de ontem pudesse ser alvo de elevada curiosidade dificilmente interessaria a tanta gente. Minha Alma, com ironia velhaca de quem não quer dar parte fraca, segredou-me "Éh pá, estás é a ser vigiado!"...
Estarei? Não me admiraria se estivesse... até porque eu sou dos que me lembro de todos os "onzes" de Setembro e que, sem paz, o medo não pára e se alastra...