06 dezembro, 2014

O que me choca é desvalorização do reforço da esquerda parlamentar em nome de uma eleição inexistente. "Candidato a primeiro ministro"? Sinisto, isto!


Na imprensa, o que me choca não é o chavão, o soundbite, a frase feita. O que me choca é a frase curta, recém adoptada e que, se tivesse o povo o devido cuidado, a desdenharia por falta de significado. O que me choca é a ilusão da óptica. "Candidato a primeiro ministro". Sinistro, isto. Sinistro porque mistifica e desvaloriza o modelo constitucional, sinistro porque desvaloriza a composição parlamentar e induz a crença que todo o poder legitimamente se concentra numa só cabeça e esta só pode ser encontrada de entre os "partidos do arco do poder", essa outra frase sinistra.