17 dezembro, 2014

Redacções do Rogérito 21 - "Quando Um Homem Quiser"

Tema de redacção: "O NATAL"

A minha redacção bem podia ser uma carta mas estou confuso à farta por não saber a quem a dirigir se ao Menino de Belém se ao tal a quem chamam Pai Natal e esta dúvida que me inquieta também é por não saber qual a morada certa pois se soubesse a morada dos dois o assunto ficava arrumado e eu ficava muito mais descansado. 
Para quem não tenha compreendido porque tenho andado confundido eu digo que quando usava lacinho me diziam e juravam a pés juntos que quem nos ama punha os presentinhos debaixo da cama e imitavam assim os reis magos que traziam ouro incenso e mirra e eu achava a isso graça mas pouca piada aos presentes pois aquilo com que gostava mais de brincar era com coisas de imaginar cavalgar ou voar e não de presentes que de tão antigos e raros lhes perdemos o sentido e do uso o tino.
Depois veio o tal Pai que dizem que não é "de Natal" porque então seria igual a qualquer pai nem é "do Natal" pois não consta que o velho tenha tido qualquer filho mas eu bem sei que o Pai Natal é que tem um pai do qual ninguém fala para não desfazer aquele encanto que senhores da publicidade sabem tão bem fabricar que até se passou a vender em tempos mais água mineral e coca-cola e que agora se vende de tudo e até se dá mais esmola.
Para este trabalho de casa recomendou-me a sôtora para eu não me esquecer de dizer que esta é uma quadra santa onde a gente pede paz e não guerra nem faz maldades nem diz asneiras feias nem vê a casa dos segredos nem deve haver violência doméstica e deve-se sorrir ao pobrezinhos e dar-lhes saquinhos de massa grão arroz conservas e outras coisas para essa pobre gente compradas no Pingo e no Continente que são quase lugares santos que devemos santificar e que se escrever assim até os senhores do governo ficam a gostar mais de mim. 
Pensando bem e esperando que mereça mais que um suficiente nesta minha redacção se ela fosse mesmo a tal carta pedia ao Menino e ao Pai Natal que mandasse à mesma hora todos os do governo embora e que pusessem os senhores da publicidade a dizer que Natal é "Quando Um Homem Quiser". 
Rogérito
.

12 comentários:

  1. Meu menino , que inteligente tu és !

    Eu , que até já faço parte daquela faixa etária a que as criaturas de Passos e Portas chamam de "peste grisalha" ( juro-te que nunca pensei em vir a ser alcunhada de doença maligna ), assino por baixo a tua redacção e se não te derem vinte ... a coisa não fica por aí, podes crer

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. "Quando um homem quiser"

    Ele nunca mais quer! E um miúdo impacienta-se...

    Lídia

    ResponderEliminar
  3. Olá Rogerito!
    Gostei muito da redacção. Talvez um dia quando fores grande, os homens pensem como tu: Natal, é sempre que um homem quiser!

    Para si Rogério e para a sua família, porque sim, e porque eu quero, Festas Felizes!!

    ResponderEliminar
  4. O Natal até pode ser quando o homem quiser. O problema é que a maioria daqueles que querem já gastaram a vida e as forças para fazer valer o seu querer. Dos que restam, uns não acreditam na mudança, e mudam-se eles para países, onde o futuro não é utopia. Os restantes não querem mudança alguma, a não ser que seja em seu proveito e dos seus amiguinhos e para isso trabalham arduamente.
    Um abraço e boas festas.

    ResponderEliminar
  5. Seria bom que assim fosse.

    Beijinhos Marianos, Rogério! :)

    ResponderEliminar
  6. Ó Rogerito, deves saber que já não se diz «sotôra», mas «stôra». Quanto à nota que a tua stôra de vai dar, tudo depende de que lado ela está! Se for uma stôra 'das direitas', estás tramado e vais ter Não Satisfaz. Se for uma stôra às direitas, talvez te safes!
    Olha eu gostei mesmo foi de quando tu falas em darmos aos pobrezinhos arroz e massa comprados no continente ou no pingo doce - não sei porquê, mas gostei...

    Olha, beijinhos e bom Natal, com uma boa nota na redação!

    ResponderEliminar
  7. Gostei da redacção. Verdadeira.
    Por mim rezo e peço o mesmo:
    - Que venha o menino,o pai e o avozinho de barbas brancas e que metam na linha estes governos de gente hipócrita, mal-formada, de cabeça dura e de vista curta.
    E mentindo, servem-se dos lugares para sacarem tudo para eles e os amigos deixando o país e os portugueses na mais completa penúria.../...

    Fora do contexto
    Desejo-vos Boas Festas.

    ResponderEliminar
  8. Aquela menina rebelde que um dia fui,está de acordo com a tua redacção Rogerito, acho que a sotôra te vai dar um 20 :)
    A mulher que hoje sou, está mais desanimada, embora continue a achar que estás certo, a realidade é outra e o Natal infelizmente não é quando queremos.

    beijinho

    ResponderEliminar
  9. -
    ~ O grande problema é que a maioria não quer. Muitos guardam para esta quadra, a caridadezinha desde que fique registada pelos media...

    ResponderEliminar
  10. Com o tempo os cabelos embranquecem as ideias clareiam, as pernas enfraquecem, os braços afrowuxam e os pensamentos difusem
    É a maturidade a chegar e a paciencia a ir

    ResponderEliminar
  11. Agora as stôras querem é agradar às chefias...por isso desilude-te...talvez tenhas uma positiva baixinha, que tirar negativa já não é fácil!

    (Texto muito bom e autêntico.)

    Beijinho

    ResponderEliminar