13 maio, 2015

Sou crente! Crente na ressurreição da minha gente. E de ser nossa a Utopia, um dia...

Todo o ser humano é crente, crente até na descrença que lhe acrescenta. A prece, essa, raramente se parece. Uns oram de olhos no chão, outros viram o olhar ao céu, outros oram cegos, outros ainda, praticam todas essas modalidades e outras.
Eu oro, olhos nos olhos! É essa a minha maneira de orar.