01 julho, 2015

Ulisses propõe-se seguir adiante, enfrentando tormentas e dores.

«(...) A Grécia com o pescoço entre os dentes do capital, à beira de sucumbir, lembra a "raça" de seus antepassados e o ser "menos" pelo "ter" torna-se "MAIS" pelo "SER". Mas a escolha faz-se entre a fome com um pau pelas costas e a fome com as costas livres. Que família é esta que humilha, maltrata e subjuga assim os seus filhos? Hoje sinto-me grega. Não entendo nada. Sei que estou do lado da Grécia, aconteça o que acontecer. Entre Cila e Caríbdis, Ulisses propõe-se seguir adiante, enfrentando tormentas e dores. Outros há que preferem embasbacar fascinados pelo abismo.»
Olívia Marques, no facebook

Foto de Olívia Marques.

3 comentários:

  1. Remar, sempre, ainda que contra a maré!

    Beijos, Rogério. :)

    ResponderEliminar
  2. Um verdadeiro remoinho!!! Na Europa toda!!!

    ResponderEliminar