07 setembro, 2015

A Festa, para meu registo, (também) foi isto!


Andei por todos esses lugares, em trabalho ou a usufruir. Mas tive uma tarefa digna de registo (como se todas não o fossem). Eu conto. Fiz parte de uma "Brigada de Contacto". O Partido tem esse cuidado. Abordar quem está, como vê e sente a Festa, se é a primeira vez, se há algo errado nela, ou se tudo lhe está a agradar, se já foi ver isto e aquilo, e a outra coisa. Depois passamos às questões politicas e é frequente que a conversa se estenda, de tema em tema, por vezes acesa.

No fim, desejamos "boa Festa!". E guardamos, ou um endereço de mail, ou um número para contacto, ou uma ficha preenchida, ou "apenas" um sorriso. E quando Jerónimo afirma, quando falava no comício, que durante a Festa se tinham inscrito cerca de 300 jovens, comentei para mim próprio: "Que gosto me ter tocado tarefa tão facilitada!"
 Palavra!