25 abril, 2016

Este ano, Abril mais Abril!

Às 10 horas em ponto lá estava. As comemorações iniciaram-se um pouco mais tarde. Aberta a sessão solene, as crianças assaltaram o palco munidas com cada um o seu instrumento. Seguiram-se vários enxertos de obras, umas conhecidas outras nem tanto.  Reconheci o projecto e as suas influências venezuelanas...
(por falta de imagens, coloco um vídeo colhido no youtube) 
 Seguiram-se poemas e discursos onde as diferentes forças políticas se posicionaram sem se alterar, de forma relevante, os posicionamentos conhecidos.
À tarde o desfile foi como há muito não acontecia, tantas as gerações presentes e crentes: Este ano, Abril foi (ainda) mais Abril.
 Sabe ainda a pouco, mas este é o rumo (Jerónimo o afirma)