31 maio, 2016

Um postal tradicional? Tal e qual!


NOTAS: Um dia ela confessou-me ser invejosa; agora, lembranças de outrora

21 comentários:

  1. Rogériamigo

    O que lá vai, lá vai; agora até estamos juntos...


    Olá!

    Depois de enormes confusões, de muitas decepções de várias ocasiões de desespero e na alternativa de me suicidar, que não me pareceu muito saudável, decidi continuar – e por isso aqui estou.

    Pensei tomar 25 gramas de raticida diluído em ácido sulfúrico, com umas pitadas de arsénico; simultaneamente cortaria os pulsos e atirava-me da ponte 25 de Abril e durante a viagem até chegar ao Tejo daria um tiro na mioleira; como complemento e para ficar seguro de que não o meu cadáver ficaria absolutamente falecido, e na mesma altura enforcava-me. Sair-me-ia caríssimo. Desisti.

    Por isso repito o que venho dizendo muito empenhado (já nem tenho cotão nos bolsos): A Nossa Travessa está à disposição total, inultrapassável e inadiável. É http:///anossatravessa.blogspot.pt onde fico à espero de muitas visitas e muitos comentários. Obrigado

    Abç
    Leãozão



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando resolver
      comentar o que escrevo e digo
      nesse dia terá um amigo

      até lá!

      Eliminar
  2. Caro Amigo Rogério.
    Gosto tomado prazer dobrado!:)
    Agora tomou o gosto pelo envio de postais e é vê-lo já quase a criar uma industria de postais originais, que bonito isso de voltar aos tempos em que era tudo manuscrito!
    Recebido e lido dando voltas e reviravoltas, sentir o odor do papel perfumado, numa data especial, é algo que nunca se esquece.
    Gostei de o saber empenhado, em proporcionar à nossa amiga de longe, esse belo agrado.
    Um beijinho para ambos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o carteiro
      se enganou no endereço
      Talvez tenha lá chegado o teu beijo
      O meu? Desconheço!

      É o terceiro postal da colecção,
      não sei se continuarei, ou não!

      Eliminar
    2. Continue, Rogério!
      Dá Deus as nozes a quem não tem dentes...:)

      Eu, pobre de mim,
      tenho o azar de aniversariar
      um dia depois de si
      como está sempre de ressaca
      nunca me calha nada.
      Sinto-me sempre
      tão abandonada...

      Voltando à dona do postal,
      será que o carteiro
      nunca foi a Düsseldorf
      e o deixou em Portugal?

      Parabéns a si pelo bom gosto e pelo esforço, meu Amigo!
      :)




      Eliminar
    3. Dá Deus as nozes a quem não tem dentes???

      Eu tenho dentes, Janita. Neste caso, nem foi Deus que me deu nozes, mas sim, o meu camarada Rogério me ofereceu diamantes.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Não sei!
      Só sei que a aniversariante
      afirma
      "A minha alegria é o aroma de tangerina nos dedos"

      Eliminar
    2. A minha alegria é ter-te como amigo, Rogério.

      Eliminar
  4. Subscrevo a tua mensagem de parabéns, Rogério, acrescentado-lhe um abraço "de fim de Tejo", sempre forte, mesmo nos dias serenos em que o céu se pinta de um azul sem par...

    Maria João

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que a Teresa te leia...
      é tão bonito, isso!

      Eliminar
    2. EU LEIO TUDO O QUE O CAMARADA ROGÉRIO ESCREVE!!!

      Eliminar
  5. andei aí a vasculhar os cartões...
    é uma forma original de se desejar parabéns.
    e por tangerinas, na casa da minha mãe havia 3 ou 4 e eu gostava.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu avô Joaquim enxertava-as com as romãzeiras
      raiadas de sua cor
      eram de fino odor
      e os gomos
      com um leve travo

      memórias que guardo

      Eliminar
  6. se tua alma está radiante...
    que o sabor a tangerina perdure por muito e bons anos.

    abraço, caro Rogério

    ResponderEliminar
  7. ~~~
    Parabéns pela imaginação!

    Ficou belíssimo!

    ~~~ Bj ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Majo
      tivesse eu a morada e o lugar
      da Teresa
      e mandava-o pela via normal

      Eliminar
    2. Teresa Hoffbauer

      Zaberner Str. 25

      40468 Düsseldorf

      Eliminar
  8. Dizer que foi apenas uma brincadeira, quando te confessei ter ficado invejosa ao ver o postal para o Carlos, era mentir.

    Mesmo assim, fiquei sem palavras ao receber o teu belo postal que expressa exactamente a minha pessoa.

    Mil beijinhos de gratidão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Conheço-te" desde 2010
      6 anos, é tempo!
      Grato eu
      e beijo meu!

      Eliminar