17 junho, 2016

Eu vou!... Bora lá?

 
«Em Defesa da Escola Pública é o objectivo comum desta acção que, abrangendo as várias propostas dos diferentes promotores pretende
  • defender a Escola Pública (que tem sido alvo de todo o tipo de críticas e acusações) como o garante do direito à igualdade de oportunidades de acesso e êxito escolar, contribuindo também para a elevação das qualificações e o desenvolvimento do país;
  • defender o direito de acesso, independente dos níveis de rendimento das famílias;
  • demonstrar  o apoio face à decisão do actual governo de não permitir a abertura de novas turmas onde não há carência de Rede Pública;
  • defender “que não haja duplicação do financiamento” e que “o apoio financeiro a colégios privados, através de contratos de associação, tenha lugar apenas quando a resposta pública é insuficiente, sendo, nesse caso, apoiados os alunos das áreas geográficas previstas nos contratos celebrados”;
  • defender que  “aos docentes dos estabelecimentos particulares e cooperativos, cujos horários de trabalho são ainda mais sobrecarregados, sejam aplicadas as mesmas normas que se aplicam no ensino público”;
  • condenar a chantagem feita pelos colégios com Contrato de Associação.»
do jornal "TORNADO"