08 abril, 2017

Mais actual do que nunca... ou o tanto em que uma previsão se espalha

Sondagem realizada em Maio de 2013
Vem isto à baila porque anda por aí uma sondagem, que prova que as sondagens não são o resultado de um efectivo trabalho, que este só é honesto na perspectiva de quem paga o serviço e que a competência, se existe, é algo que o passado recente (e a imagem) desmente.

Como já diz toda a gente, depois de alguém o ter dito: "Previsões? Só no fim do jogo." E o jogo é jogado colocando no tabuleiro não os rostos mas a obra obrada, o trabalho realizado, a honestidade que lhe foi inerente e a competência com que foi realizada. O resto? O resto será determinado por uma infinita soma de acontecimentos, arremessos, lutas acesas, azedumes, vinganças e talvez pelas campanhas.