11 junho, 2015

Educação e Jovens, uma paixão que (me) deriva de uma postura não corporativa


Entendo por postura não corporativa o facto de nenhum interesse corporativo me ligar à Escola. Nem é apenas, esse interesse pela Educação, um acto de cidadania. É mais que tudo isso, sou... avô. É como avô, que sou, que retomo o tema "Educação e Jovens" (sem na realidade nunca me ter desligado dele). Retomo-o numa altura em que convenci alguém que muito estimo a regressar à blogosfera, de onde tantos se afastaram, desertando.  

Faço apelo a que outros elejam o tema. 

Há informação disponível, permanentemente actualizada, do que a imprensa vai escrevendo e os blogues vão dizendo, em