03 agosto, 2015

Redacções do Rogérito 26 - "As férias e o que espero delas"

Tema da redacção: «O que eu espero das férias»

Não sei se foi numa minha redacção ou noutra ocasião que escrevi sem um erro de ortografia e em boa caligrafia que a melhor escola da minha vida foi na tal quintinha e em tempo que os adultos chamavam serem tempos-das-férias-grandes quando ainda as havia e que foi um senhor que até por acaso nem era nem nunca foi professor e até era meu avô que tudo o que hoje sei foi ele que me ensinou e todos os saberes que vieram depois desses  foram pequenos acertos e pormenores ou ajustamentos desses ensinamentos.
Hoje o que eu espero das férias é uma exigência difícil de ver ser cumprida pois não parece ser possível hoje aprender ou fazer acontecer em pouco tempo o que não me ensinaram nem aconteceu num ano inteiro. 
Acho que as pessoas que partem para férias na sua maior parte não pensam assim pois se pensassem nem iam para qualquer viagem e ficavam apenas a fazer coisas diferentes pois a diversão é isso mesmo por definição e aquilo que chamam descanso é uma ilusão e o que acontece é as pessoas fazerem por se cansarem com com coisas com que durante um ano inteiro nunca tiveram oportunidade de se cansar. 
Ia a escrever que por tudo o já escrito as férias são uma treta mas de repente lembrei-me da fábula da raposa e das uvas. "Estão verdes" disse ela.