23 agosto, 2015

"Não se esqueça do Cid". E não me esqueci!

O mail de um comum amigo era sucinto: Não se esqueça do Cid! E respondi que não me esqueceria, tendo o cuidado de confirmar o dia. Como poderia esquecer alguém que teve o passado que teve, que continua a "voar fora da asa" e para quem as "palavras são armas"?

4 comentários:

cid simoes disse...

UM GRANDE, GRANDE, GRANDE ABRAÇO.

cid simoes disse...

UM GRANDE, GRANDE, GRANDE ABRAÇO.

Observador disse...

Obviamente não se esqueceu. Seria de esperar outra coisa? Não, de todo.
Bom domingo.

Graça Sampaio disse...

Claro que não esquece.... Eu é que também não me esqueço que com essas palavras e esses atos conseguiram lá meter estes energúmenos com aspirações a governantes que também «fedem» há já quatro anos!

E preparam-se para continuar..... autêntica «pescadinha de rabinho na boca»...

Beijinhos