20 novembro, 2017

Porque é que ainda não chove assim?


 O líder do Greenpeace , Gerd Leipold, em Agosto de 2009, admitiu em entrevista durante o programa “Hardtalk” – na BBC – manipular e divulgar dados falsos sobre o aquecimento global, sob a desculpa de, sendo o Greenpeace uma instituição que faz pressão,“tem de colocar emoção” nas informações que divulgam… Há sete anos atrás dava eu  esta notícia e ela, de alguma forma, fez-me pôr "um pé atrás" em relação ao aquecimento global. 
Regressei ao crédito ao reconhecer que os movimentos não engajados politicamente merecem justa reserva. As denúncias de "Os verdes" e o trabalho continuado e persistente de Manuela Araújo, no seu blogue  "Sustentabilidade é Acção", contribuíram para mudar de opinião.

Se querem saber porque ainda não chove assim, a Manuela esclarece
O que segue é apenas "um cheirinho" e que explica (quase) tudo:
 «...o gigantesco consumo de recursos provocado por uma sociedade que usa e deita fora, que valoriza o ter em detrimento do ser e que dá primazia a uma economia sem ética, obsoleta, que depende do consumo e do crescimento...»