14 outubro, 2017

AUTO-RETRATO (em forma de elogio)

AUTO-RETRATO

Diz ter alma celta
e um coração luso
que o desperta
que lhe corre nas veias
sangue mouro
Diz que já fez, na vida
de tudo um pouco
quer como poeta,
quer como louco

Diz nada decidir
sem convocar o coletivo
seu Eu, sua Alma e seu Contrário
ao qual apelida de Juízo

Quanto a Deus,
não o nega
mas d´Ele nada espera
pois sendo infinitamente bom
é, muito mais, infinitamente lento

Diz ser fácil mudar o mundo
só que leva é tempo

[Retrato quase completo de mim
o que falta... consta no BI]
Rogério Pereira