06 outubro, 2011

Steve Jobs

Era muito novo, talvez tivesse 17 ou 18 anos, talvez mais, mas menos de vinte, quando dei por mim a jurar a mim próprio: "Eh pá, sempre que firmes uma ideia ou um ideal ou uma convicção não a assumas sem ouvir o seu contrário ou, pelo menos, o outro lado da questão. E lembra-te, uma coisa boa só o é se for partilhada ou por todos usada.". Levei isso a peito em tudo, a começar pelas leituras que fazia. Uma delas, um livro da Europa América, editava na colecção Encontros Internacionais de Genebra, um conjunto de comunicações e para cada uma delas o diálogo entre os convidados. O que estava em questão era o desfasamento entre os progressos, isto é: a falta de "pedalada" da Moral para dar como adquiridas as vantagens para a TODA humanidade do Progresso Tecnológico e Cientifico. Esta questão não é separável da das desigualdades sociais e da distribuição da riqueza.
Vem tudo isto a prepósito da morte, hoje, de Steve Jobs. Morreu um homem que a Humanidade irá justamente lembrar. Pena da minha incerteza de que ainda estejam por nascer aqueles que irão possibilitar o acesso, a toda a gente, aos inventos que Jobs nos deixa.


A palavra dita e escrita
rende homenagem
a quem tanto pugnou
para que se tornasse mensagem
Passa ela a partir de sua morte
a desejar, a si própria, melhor sorte
e que todo o software disponível
do mais sofisticado ao acessível
impeça o caminho à palavra abastardada
e que invalide texto
que porte língua escavacada

-------------------------------------------------------------Rogério Pereira

25 comentários:

  1. Caro Rogério
    É o ciclo da vida!!! Gostei imenso desta homenagem, sensibilizou-me.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo Rogério,

    Deixe-me dar-lhe os meus parabéns por esta sua homenagem a Steve Jobs!

    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Muito justa esta homenagem e um texto muito feliz, com o qual me identifico. Infelizmente, toda a razão... Beijiho

    ResponderEliminar
  4. Que descanse em paz.
    Um poema que dá que pensar.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Justa homenagem.
    Esse homem e toda sua genialidade nos farão muita falta. E eu que sempre pensei que ele teria a chave certa para tudo...
    Estou triste.
    Um bj querido amigo

    ResponderEliminar
  6. Stay Young! Stay Foolish!

    Uma história de vida incrível, emocionante mas sobretudo didáctica!
    Não conhecia nem sabia da sua morte. Aprendi muito aqui hoje.
    Obrigada

    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Morrem jovens os que os deuses amam. E é uma pena!

    ResponderEliminar
  8. video revelador de uma personalidade bem interesante que para mim era completamemente desconhecida. e gostei de conhecer.

    tenho andado "distraido" sobre as novas tecnologias da comunicação...

    ... mas lembro muito bem das publicações dos "Encontros Internacionais de Genebra". que referes...

    abraço

    ResponderEliminar
  9. video revelador de uma personalidade bem interesante que para mim era completamemente desconhecida. e gostei de conhecer.

    tenho andado "distraido" sobre as novas tecnologias da comunicação...

    ... mas lembro muito bem das publicações dos "Encontros Internacionais de Genebra". que referes...

    abraço

    ResponderEliminar
  10. Fabuloso discurso que não conhecia. Uma excelente homenagem a um génio invulgar.

    ResponderEliminar
  11. um homem que deu emocao a tudo o que fez na vida, ate consguiu dar alma a tecnologia

    Bjinhos
    Paula

    ResponderEliminar
  12. Que esteja em paz e que se siga o exemplo!

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  13. A humanidade sempre produzirá seres exepecionais, o que nos choca e a mocidade desse que se vai!
    bjs
    Jussara

    ResponderEliminar
  14. Rogério,

    A terra está mais pobre, uma outra dimensão está mais rica, que os próximos que chegarem venham instruídos pela alma desse ser para tornar ainda melhor o jeito de estar no mundo, para que todos possam ter acesso ao que é bom.
    Maravilhosa homenagem.

    Girassóis nos seus dias.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Rogério, maravilhosa homenagem esta sua postagem. Gostei muito disso:

    "Pena da minha incerteza de que ainda estejam por nascer aqueles que irão possibilitar o acesso, a toda a gente, aos inventos que Jobs nos deixa".

    Um abraço, amigo.
    Manoel.

    ResponderEliminar
  16. Gostei do último parágrafo. É quando coisas deixam de ser coisas e passam a ser mais que isso, passam a ser bens: materiais, culturais, geniais!Transformadores..É bom também ser um ser histórico e presenciar essa revolução, de fato o mundo não é mais o mesmo...prova disso é podermos conectar o mundo!!!
    Abraços

    ResponderEliminar
  17. Um homem visionário, capaz de grandes coisas e cuja obra mudou o mundo: a ele temos de agradecer tanto.
    A doença fulminante que se spoderou dele não deixou que continuasse sua obra.
    Bonita homenagem, Rogério.


    BJ

    ResponderEliminar
  18. Um homem visionário, capaz de grandes coisas e cuja obra mudou o mundo: a ele temos de agradecer tanto.
    A doença fulminante que se spoderou dele não deixou que continuasse sua obra.
    Bonita homenagem, Rogério.


    BJ

    ResponderEliminar
  19. Caro Rogério
    Junto-me a si na homenagem que presta a este visionário da tecnologia.

    Junto-me também na utopia que este pequenos excerto denuncia.
    "Pena da minha incerteza de que ainda estejam por nascer aqueles que irão possibilitar o acesso,a toda a gente, aos inventos que Jobs nos deixa".

    ResponderEliminar
  20. Era um homem em que o ser humano valia por si mesmo e pelas suas ideias. Como ele dizia: "Quero lá saber se serei o homem mais rico do cemitério se não fiz nada de útil em vida"

    PS- O seu despojamento era tal que apesar de ser um dos homens mais ricos do mundo sentia-se bem com uns tenis velhos e uma calças de ganga por vezes ainda mais velhas...

    ResponderEliminar
  21. Gostei do homem pelo seu legado que tanto influenciou o desenvolvimento das comunicações na nossa geração.

    Gostei da tua homenagem e mensagem de futuro.

    Chuac!

    ResponderEliminar
  22. Acentuo como homenagem o conceito e o seu apelo a: facam aquilo que amam, o trabalho ocupa muito tempo da vida, só é possivel faze-lo bem gostando daquilo que se faz.
    O homem tem realmente visão de futuro.
    Abraço livre.

    ResponderEliminar
  23. Uma homenagem à altura do homenageado. Como disse oa.s, impressionante!
    Beijokas e um ótimo fds.

    ResponderEliminar
  24. o meu primeiro computador foi um imac

    ainda ali está, não há vírus que lhe entre
    tem a inteligência e a sensibilidade do seu criador!

    um abraço

    manuela

    ResponderEliminar