19 junho, 2016

Os colégios amarelos, as "contas à moda do porto" e manipulação até mais não

Há nestes olhares algo de inexplicável. Se lhes perguntassem...
 Contas à moda do porto? «...ouvi uma explicação, que é aliás convincente, segundo a qual a expressão se refere não à cidade mas a um qualquer porto, já que os marinheiros, partindo cada um para o seu destino, fariam contas separadas, pois era grande a probabilidade de nunca mais voltarem a ver-se.»
Isto é, cada um paga o que escolheu. Contudo, raciocinando pelo absurdo, os colégios dão sentido inverso ao proverbio. Não estranho a manipulação (embora o Expresso, por dever de ofício, o devesse ter denunciado).

O Publico é mais primário, faz um título e depois vem a correr "corrigi-lo"


Na mesma linha, talvez porque lhes segredassem o recado, a RTP nem deu por se ter espalhado.


A imagem da esquerda corresponde à publicação original, obtida do feed RSS da RTP. Tinha um erro na hora de publicação, o qual foi posteriormente corrigido. É um detalhe secundário, mas revela algo espantoso. Os factos ainda não aconteceram e a notícia já está escrita.