14 setembro, 2014

Geração sentada, conversando na esplanada - 71 (Este ano não vai haver outono, passamos directamente deste falso verão a uma rigorosa invernia)

(ler conversa anterior)
«Com Seguro as coisas são, portanto, relativamente claras e previsíveis. Com Costa, não. Contrariamente ao que alguns agora pretendem fazer crer quem no PS fez explicitamente a apologia do “Bloco Central” foi António Costa. Foi essa durante meses e meses a sua linha de actuação na “Quadratura do Círculo”, porventura com base na salvífica esperança de que um dia, não muito distante, o PSD viesse a ser governado por alguém que interpretasse tão semelhantemente quanto ele o “interesse nacional”. »
In "POLITEIA"
«Não nega que este PS tenha facilitado muito a vida ao PCP a nível político?
Facilitar a vida ao PCP era se o PS desalinhasse com a direita (...) e ajudasse na definição doutro rumo para o País.»
João Oliveira, hoje em entrevista ao DN
O rafeiro depois de se sacudir enfiou-se debaixo da cadeira. O engenheiro também vinha molhado, mas não se sacudiu como o cão. Colocou em cima da mesa um livro conhecido e enquanto me cumprimentava ia falando das agruras do tempo: "Este ano não vai haver outono... Passaremos directamente deste falso verão a uma rigorosa invernia" - "Quem dera! E assim teremos uma antecipada primavera!", retorqui com um sorriso cúmplice. 
Ele também sorriu e abriu o livro. "Quer ouvir?" E leu estrofes dum poema épico conhecido

(e sem que déssemos por nada, um denso e premonitório nevoeiro invadiu a esplanada)