03 setembro, 2015

«Quem fornece armas ao "Estado Islâmico"? e quem lhe compra o petróleo que este produz nos vastos territórios ocupados?»


Há um cinismo presente nestas primeiras páginas. Quem colheu a imagem que percorreu hoje a imprensa de toda a Europa e mesmo do mundo, terá tido bom pecúlio. O horror rende. Amanhã estará banalizada e o filão também vai estando pois todos os dias serão generosos em fornecer imagens semelhantes. O terror continua... 

De lágrima fácil e com a alma à flor da pele emocionamo-nos com as consequências sem que nos ocorra a inquirição das causas. Jerónimo de Sousa, há pouco na RTP1, pôs o dedo na ferida: 
 «Quem desestabilizou toda aquela região? Quem fornece armas ao "Estado Islâmico"? e quem lhe compra o petróleo que este produz nos vastos territórios ocupados?»
Quem?