11 fevereiro, 2017

Não só me roubam links, como me espiam a escrita...

«Rogério, quando falas de "sr. Blogger", falas dos critérios - humanos critérios, claro... - aplicados - ou aplicáveis - a um blogger, ou a uma situação perfeitamente aleatória?»
 A questão foi posta pela Maria João a partir da minha denúncia de links roubados. É uma pergunta ingénua, própria de um Poeta. Respondi-lhe que a "coisa" pia mais fino, e vou surpreende-la. Começo pela imagem acima, torres enormes de refrigeração da água usada para arrefecer um enorme cérebro, a parte "pensante" do Sr. Google, sempre em actividade. Aí, nesse cérebro, residem várias localizações
cerebrais. Uma delas, tem autonomia de ligações sinápticas entre  dezenas de milhões de neurónios e eu chamo-lhe Sr. Blogger. Cada neurónio, para existir requer procedimentos de criação e dá origem a um blogue que, cada um que o tem, o considera seu.

Uma vez criado, pode acontecer de tudo. Ser roubado, ser metralhado ou, pior, ser seguido a ver se se porta com juízo. O gráfico ao lado situa uma intrusão. Eu editei, no dia 7 de Janeiro, algo que era suspeito e... pimba, não escapei, num só momento quase trezentas visitas!

Investiguei e dei com um "visitante" que nunca antes houvera visto ou convidado. Vampirestat, é seu nome. O que é? Sei lá, só sei que não é humano!

Se depois disto tudo me sinto seguro? Claro que não, mas se pensam que deserto por medo, "tirem o cavalinho da chuva"... Escrevo até que me doa o dedo!

NOTA: Aqui pode ver mais imagens dos servidores do Google
_____________________________________
E agora veja a rogériografia deste cérebro tenebroso (editado, à bocado, no jornal "Tornado")