25 fevereiro, 2017

Um gajo é obrigado a cumprir calendário. Há momentos bons, outros pelo contrário


Ontem foi dia de festa como em outro lado se regista. Foi um momento bom, dos muitos que registo na vida. Há os maus? Claro, um pouco por todo o lado! Falarei deles amanhã, pois hoje tenho o "papo cheio".
Falar tanto assim de mim por vezes eu próprio acho excessivo, mas insisto... ou não fosse essa (também) a prática corrente de um meu poeta e, por sinal, meu camarada.
Porque é que este sonho absurdo
a que chamam realidade
não me obedece como os outros
que trago na cabeça?

Eis a grande raiva!
Misturem-na com rosas
e chamem-lhe vida.

José Gomes Ferreira