08 maio, 2016

Os "contratos de associação" e a "municipalização do ensino" conduzem ao mesmo caminho?


Só um mau contador de anedotas se põe a explicá-las enquanto quem as ouviu ri "a bandeiras despregadas". Acontece o mesmo com os bons cartoons. Não carecem de explicação. Ou está tudo lá, ou não. Neste escolhido é o caso. Porque é que o escolho? Ora, pois não é evidente?

Quanto ao meu título, esse carece de explicação e eu explico. Passei a tarde num encontro de eleitos da CDU e a (por nós chamada) "municipalização do ensino" veio à baila. Dizia quem falava "Quando a tal referida delegação de competências nos municípios se der, como se encaminha que vá ser dadas, as câmaras municipais, por falta de estrutura e competências próprias acabarão por subcontratar a gestão!"

Lembrei-me de em tempos ter lido algo passado entre a Câmara da Covilhã e um tal GPS. O "negócio" é diferente? Ser, é! Mas também na altura não havia aquilo a que hoje se chama "a municipalização do ensino". 

Quanto ao Grupo GPS... "eles andem aí"