24 maio, 2016

Enviei este postal pelo correio normal...

Deu-me o Carlos o endereço adequado. Mas eu, avesso a tal regulamento, mandei o bilhete postal por correio normal. Veio-me devolvido, talvez por o selo ser antiquado, ou estar fora de prazo. Mas aqui fica o que tinha escrito, porque... o prometido é devido

NOTA: Não sei se deram conta, mas o texto estava um tanto "pessoano"

14 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Passei. Sem saber bem como comentar o post, hoje acordei a sentir-me um calhau com olhos, saio de mansinho para não acordar a sua Alma.
Um abraço

ematejoca disse...

UM ENCANTO!!!

ematejoca disse...

Embora o nosso amigo Carlos mereça o lindo postal com o texto um tanto "pessoanao", fiquei cá com uma inveja, camarada Rogério.

Que alegria receber um postal tão belo como este no dia dos meus anos.

Janita disse...

O Postal veio devolvido? Quer isso dizer que não chegou ao destinatário? Olha que pena...Se calha perdeu-se no meio do nevoeiro.
Lá vai a sua Alma dizer que a culpa foi do seu Contrário,
por não ter seguido o devido itinerário.

Belíssima ideia esta escrita, tão bonita e redondinha.

Ah, quem me dera saber ser assim original...

☀ ❀ ♥ ☺ ♬

Graça Sampaio disse...

Que lindo, Rogerito!! Afinal és um romântico! Gostei! Gostei mesmo!! Até me apetecia «roubar»...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Caro Rogério
Acuso a recepção e não devolvo, não senhor. Este postal, embora não seja de colecção, tem a vantagem de ser único, pelo que vai para a minha galeria e será oportunamente exibido no local adequado. Disso lhe darei notícia, obviamente.
Abraço

heretico disse...

a tua Alma está bem e recomenda-se- enfim, digo eu, pela amostra...

forte abraço, meu caro Rogério

Rogerio G. V. Pereira disse...

Madrugar por vezes é no que dá
Obrigado pelo cuidado
em não me ter acordado

Rogerio G. V. Pereira disse...

Acabo de o escrever
Mando-lhe pelo correio
quando tiver de ser

Quando?

Rogerio G. V. Pereira disse...

Janita
Não há azar
se o postal não chegou lá
Veio o Carlos cá buscar

Rogerio G. V. Pereira disse...

Eu romântico? Livra!!!
Essa faceta é mais com a parva
da Minha Alma

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ufa, que alívio
é que desde a privatização
os CTT prestam um mau serviço

Espero as notícias, caro Carlos

Rogerio G. V. Pereira disse...

O corpo nem tanto
mas Minha Alma
vai-se safando!

luisa disse...

Como disse, lá no CBO, um postal muito original. :)