28 maio, 2016

SIMPLEX


Com evidente economia de processos e procedimentos, com redução significativa do lead time total: menos tempo a arrumar a bola; menos tempo perdido com gestos que não acrescentam valor ao objectivo; descanso e lanche em actividade simultânea; um ar divertido.
É isto ou não o verdadeiro Simplex? Que lhes parece?

11 comentários:

Observador disse...

Com a vantagem de funcionar em pleno.

Elvira Carvalho disse...

Lá simples é, mas o lanche deitado, é assim uma coisa esquisita, não é? Bonito o seu neto.
Abraço e bom Domingo

Catarina disse...

Mais que simplex! : )

Anónimo disse...

Não estou assim tão, tão segura da efectiva simplicidade do simplex, mas reconheço que não estou no estado de saúde ideal, nem tenho os conhecimentos de informática necessários para me poder atrever a dar um opinião que considere isenta...

Aquilo que sei, porque o tenho testemunhado, é que o actual sistema informático do SNS está pejadinho de erros e falhas que não são tão pequenas como isso e que levou anos a conseguir desfazer-se de algumas - algumas, friso... - das suas lacunas mais gritantes...

Abraço, Rogério!

Maria João

Rogerio G. V. Pereira disse...

e aqui não há "desmaterialização"
a não ser do "galão"

Rogerio G. V. Pereira disse...

Para o Diogo
nada é esquisito

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ele por vezes mete o complicómetro!

Rogerio G. V. Pereira disse...

O verdadeiro SIMPLEX
tem de funcionar
no back office
e não chega mandar a tecnologia para cima dos problemas

Maria Eu disse...

Lindo, o menino!

Beijinhos, Rogério :)

Fê blue bird disse...

Juntou o útil ao agradável :)
Tem um olhar maroto este seu neto rss

beijinho para ambos

Agostinho disse...

A necessidade aguça o engenho! Não é isto que o povo diz?