24 fevereiro, 2011

Sessenta e seis

--
--"Venho da terra assombrada,
do ventre da minha mãe;
não pretendo roubar nada
nem fazer mal a ninguém.
Só quero o que me é devido
por me trazerem aqui,
que eu nem sequer fui ouvido
no acto de que nasci."

"Fala do homem nascido" - António Gedeão - 1958
--
A passarola (tirada daqui)
--
Assumi que o sonho me levará até onde for preciso que vá (se a vida me deixar)...
... pois "Quero eu e a natureza/que a natureza sou eu/ e as forças da natureza/nunca ninguém as venceu"

42 comentários:

ematejoca disse...

Será que o Rogério faz hoje anos?

folha seca disse...

Caríssimo Rogério
Com a voz do Adriano por fundo, tenho o maior prazer em dar-lhe os parabéns.
Desejo que por muitos anos encontre aqui o meu amigo e que a sua lucidez e criatividade se mantenham intocáveis.
Um grande abraço

Laura disse...

Esqueceste de assinar o ponto quando chegaste... e agora os direitos foram-se... mas tens toda a razão.
Bonitos versos.
Um abraço.

laura

Manuela disse...

Querido Rogério, muitos parabéns pelos seus sessenta e seis anos. Até casa os anos, por isso este ano é festa especial ;)
Beijinhos.

flor de jasmim disse...

Caro Rogério
Muitos Parabéns, que este dia se repita por muitos muitos anos.
Beijinho

Janita disse...

Ora então muitos Parabéns meu querido amigo!
Pois que conte muitos e eu que veja...
Desejo que passe um dia muito feliz e tudo corra a seu contento...para não ficar mal-humorado!..
Este fim-de-semana vou ter cá o meu pessoal da margem sul...vou ter miminhos até dizer chega...
Também lhe vou deixar um miminho, que hoje é pequenino e merece:

Um abraço muito apertadinho
com muita ternura e carinho
pra um homem de grande coração
que gosta de fingir que...não!

Janita

Carlos Albuquerque disse...

Um grande abraço de parabéns, caro Rogério, pelos 66.
Sessenta e seis!?
Que bela idade, já por ela passei...
Leve-o o sonho, sempre, às paragens desejadas, por longínquas que elas sejam.
Tudo de bom para si e família.

São disse...

Meu caro, parabéns!

Que o futuro te dê saúde e tudo quanto desejas, em companhia da família.

Um estreito abraço e tchim...tchim ,rrss

Rogério Pereira disse...

Obrigado a todos.
Apenas me ocorre responder ao uma simpática provocação (a quadra onde se insinua que sou fingidor...)

Sim ele é fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

(este poema que o Pessoa escreveu, não foi ele... fui eu)

São disse...

Tens prenda no "são" : espero que te agrade, rrss

Beijo

Ana disse...

Olá!!!
Então isso é assim? Só um 66 com um poema uma musiquinha e nada mais?
Muitos parabéns pela bonita idade, mas esteja certo que nós, do lado de cá, estamos à espera do bolo!!
Um beijinho

Anónimo disse...

Felicidades e sucesso.

LUIZ

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Um grande abraço de parabéns, caro Rogério. Espero chegar a esse número curvilíneo em tão bom estado como o meu amigo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Volto só para dizer que nunca mais vou esquecer a data do seu aniversário, porque hoje faz anos a minha sobrinha mais querida ( isto não se deve dizer, mas como ela não vem cá ler, não faz mal).
Por essa razão não poderei cá vir ajudá-lo a aoagar as velas, mas já pus o champagne no frigorífico e logo mais à noite, brindareui à sua saúde lá no CR.

manuel aldeias disse...

Um belo poema para festejar mais um aniversário.
Os meus parabens.

Rogério Pereira disse...

Bolo de anos?
Procurei-os entre os poemas
Não encontrei.
Com uma certeza fiquei
São tolos,
são patetas
os poetas...
Não comem bolos

Então apenas terá que ser assim
Tchim...thim

Fê-blue bird disse...

Amigo Rogério:

Simplesmente o meu abraço amigo e o desejo que a vida o deixe sonhar por muitos mais anos.
Que passe um dia muito feliz na companhia daqueles que ama.

beijos

Carla Farinazzi disse...

Oi Rogério!!!!

Parabéns pelos 66 anos!!!! Tudo de bom pra você, querido amigo também pisciano. Que você continue nos brindando com sua inteligência e sagacidade, sempre.
Deixo-lhe um Soneto, com muito carinho, de um grande poeta brasileiro:

Soneto de aniversário

(Vinicius de Moraes)

Passem-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece...
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.

(Rio, 1942)

Beijos!!! Comemora bastante, hein!

Carla

Rogério Pereira disse...

Que coisas bonitas me dão... Abraços, beijos, tchin...tchins, sonetos. A minha filha-mai-nova, lá no facebook, ofereceu-me esta prenda comovente

(dá contributo até, para explicar um post da SHE)

ariel disse...

Quer dizer que há festa e ninguém me mandou um convite?- tá bem, não será por isso que lhe faltará o meu forte abraço e um beijinho de parabéns. Desejo-lhe um dia muito feliz e cheio de festa. O sol esse brilhou para lhe aquecer o dia.

heretico disse...

muitos parabéns. felicidades para ti e os teus belos netos...

somos rapazes da mesma colheita.
enfim, sou um quase nada mais velho.

abraço

ematejoca disse...

Parabéns, Rogério, com votos de que viva muitos aniversários carregados de felicidade privada e política.

Um beijo da amiga de longe.

O Puma disse...

Venham mais cinco

de cada vez

Abraço

jrd disse...

Que bonita idade 33x2. Parabéns!
Abraço

donatien alphonse françois disse...

Se soubesse fazer rimas...
Assim,mando-te um abraço!

Mel de Carvalho disse...

Ilustre pensador-a-quem-eu-insisto-em-chamar-escritor,

então o senhor não me dizia de que hoje o bolo não era de vinagre????

que se apagavam velas e que se cantavam vivas ao Rogério?...
(ai que me zango :)

mas aqui estou, por Deus, e pelos Santos, felicíssima de ter vindo em boa hora: Parabéns, estimado Rogério. Que a sua vida se perpetúe por tantos mais anos, quantos a lucidez, a clareza de pensamento e a boa disposição que subjaz da sua escrita, lhe permitam usufruir no pleno, se possível na partilha connosco.

Um abraço fraterno e amigo
Mel

luisa disse...

Passei no Rochedo do Carlos Barbosa de Oliveira e havia lá um brinde que me encaminhou para aqui. Por isso, faço-me convidada e dou-lhe os Parabéns.
Ah... e gosto da passarola. :)

Castanheira Pera disse...

Caro Rogério.
Um pouco atrasado, mas o que conta é a intenção. Então completou 66?
Então não será muito pedir-lhe que que faça todos os possíveis para multiplicar esse numero por dois. Amigo Rogério, desejo-lhe um Feliz Aniversário com muita saúde, muitas felicidades e como disse acima, muitos anos de vida.
Um Abraço.

Rosa dos Ventos disse...

Parafraseando um poeta português:

Com que então caiu na asneira
De fazer na quinta-feira
Sessenta e seis anos?
Que tolo!
Ainda se os desfizesse
Mas fazê-los não parece
De quem tem
Muito miolo!

Desculpe a brincadeira mas vim do Rochedo e não resisti!

Parabéns

anamar disse...

Ainda ontem no meu Mar à Vista postei uma entrevista de um sexagenário... mais velho 2 anos... Caetano Veloso, sobre a "idade"... sem imaginar que por via "DO ROCHEDO" vinha aqui parar... a festejá-lo.
Parabens .
.))

Turmalina disse...

Parabéns e muitas alegrias, além de muita lenha para queimar :o)

Catarina disse...

Rogério, duas meias dúzias?! Que conte muitos e muitos até chegar ao virar dos dois seis... e continuando sempre a caminhar.... : )

redonda disse...

Parabéns!
(segui o link do Crónicas do Rochedo, mas já estive aqui antes, e é também o dia de aniversário de um meu primo)

Rogério Pereira disse...

É tão bonito 66 anos fazer...
(ainda que não fosse, tinha de ser...)

Vocês sabem lá a emoção que são capazes de causar.
(nem sequer têm a medida do meu emocionar...)

Foi bom este dia
tive as filhas
os genros e a Maria
tive o Diogo
tive as palavras dos outros netos
de longe acenando
parabenizando
tive a sogra, sem ser no facebook,
e os amigos, de lá,
dizendo o mesmo, antecedido de um olá...
Fechar o dia
aqui, assim...
Não é mesmo uma alegria?
Ah, olhando aqui a Teresa
quase dela me esquecia...
(acreditam?)

dja disse...

Parabéns!! Rogério, saúde, amor e paz, poxa nem sobrou um pedacinho de bolo pra mim rsss, da nada que esses anos se mutipliquem e que vc seja sempre feliz.
bjos e abraços com carinho.

acácia rubra disse...

Então fez anos e logo 66 e nem avisa com antecedência?

Olha cá vão atrasados os Parabéns.

Beijo especial

paulofski disse...

Sugerido pelo Carlos, também eu penetro na festa de flute na mão para brindar ao aniversário do amigo Rogério.

Parabéns.

Filoxera disse...

Parabéns a dobrar. Pela data e pela inspiração :-)
Beijinhos.

oops!!! disse...

Ó Rogério,...bem... cada vez mais, gosto de ler e reler estas verdadeiras pérolas!

Gostei da imagem “a passsarola” (morfologicamente falando, claro está!) e o conteúdo apropriado aos 66 do feliz contemplado passarolo... no dia de ontem.

(A ver se venho cá mais vezes pois ando a aprender a dividir e a multiplicar-me)

Agora venha de lá a "factura" deste nobre elogio em modos de um comentário lá na São, para parecermos muitos...

;)

FMF disse...

Atrazadinhos, mas parabéns. Tudo de bom para si.

caminhante disse...

Sei que estou a repetir-me mas acho que não faz mal :)

Beijinho!!!!!

Sandra disse...

Ainda que atrasados parabéns!
Obrigada pelo comentário no meu cantinho. Adorei ! Com ironia criaste (criou?) um belo poema!
Beijinhos