24 fevereiro, 2011

Sessenta e seis

--
--"Venho da terra assombrada,
do ventre da minha mãe;
não pretendo roubar nada
nem fazer mal a ninguém.
Só quero o que me é devido
por me trazerem aqui,
que eu nem sequer fui ouvido
no acto de que nasci."

"Fala do homem nascido" - António Gedeão - 1958
--
A passarola (tirada daqui)
--
Assumi que o sonho me levará até onde for preciso que vá (se a vida me deixar)...
... pois "Quero eu e a natureza/que a natureza sou eu/ e as forças da natureza/nunca ninguém as venceu"