12 abril, 2015

Geração sentada, conversando na esplanada - 88 ("A Joana fez-lhe um pedido e até hoje nada lhe foi respondido!")

(ler conversa anterior)
«Se o País sair do Euro corre o risco de falir como a Islândia»
- Título do DN, Maio de 2010

«Islândia baixa desemprego para 4% e economia cresce 3,5% em 2015»
- Título do Jornal de Negócios, Março de 2015

A Teresa dominava as conversas na sua mesa. Ao lado estava um casal, calado. Depois compreendi-lhes o silêncio, interessava-lhes o tema da Teresa. Ela, depois de ter percebido a atenção que lhe era dada, elevou o tom da fala: «...e estes estupores farão com que haverá mais candidatos que eleitores... presidenciais, presidenciais. Irra, que é de mais!...»  A Gaby interrompeu-a erguendo o tablet «Já leram este gajo que apanhei comentando o "Conversa Avinagrada"? O gajo deve ser "anarca", mas tem marca. Ora oiçam: 
Eu, Rei dos Leittões e de Áquem Tejo, que não falo de presidenciais, afirmo solenemente, que não serei candidato à presidência da república. Eu, que não falo de presidenciais, afirmo solenemente que não votarei em nenhum candidato que fale de presidenciais. Eu, que não falo de presidenciais, afirmo solenemente, que sei o que eles todos querem. Eu, que não falo de presidenciais, acho que as presidenciais deviam ser antecipadas. Eu, que não falo de presidenciais, acho normal esta chuva de candidatos. Pudera!  A seguir ao Cavaco, qualquer um brilha!»
O engenheiro, até aí também calado, questionou-me com um ar de quem me censurava,
«A  propósito, você também embarcou em falar só das presidenciais. Por acaso já respondeu ao que a Joana lhe pediu, num comentário que lhe deixou?»,
 «Não! Estava a aguardar que mais argumentos ter, depois disto acontecer»,
e estendi-lhe o convite.