29 outubro, 2016

A XXV Conferência Ibero-americana, o empreendedorismo e a doença senil do capitalismo

 
 Projecto de empreendedorismo na Escola Básica Integrada Padre Vítor Melícias (ver aqui)

«O empreendedorismo é um conceito que floresce e se dá bem na selva. Aí o mais empreendedor se afirma com as suas competências, qualidades individuais e outras coisas que tais... mas num deserto? Cavaco foi o esperto...»
 in "O empreendedorismo está na moda - 1"/ 8.Jan.2013 

«O empreendedorismo está na moda. A moda vem e passa. Mas enquanto não passa a moda faz mossa. E a mossa que deixa é uma mossa composta. Composta de duas violentas mazelas. Uma é na mente de muita gente que fica ciente que está no acto culto, rasgado, voluntarista e ousado a resolução dos problemas da vida, da economia e, assim, é saída para o tormento que vamos vivendo. A outra mazela é na memória, fazendo querer que o sonho de Abril passou definitivamente à história. É que os valores de Abril apelavam ao esforço colectivo, enquanto a doutrina agora vendida proclama que a salvação é possível para quem tenha ganas, garras unhas e guitarras e o sucesso de uma nação é o resultado do somatório dos sucessos individuais. Sucesso individual das pessoas, das empresas e das organizações.»
in "O empreendedorismo está na moda - 2"/ 9.Jan.2013 

«Quando em post anterior me interrogava sobre se as escolas das nossas crianças se estariam transformando em sítios de "fabricar" amorins e belmiros, estava longe de supor que estavam mesmo. E não foram apenas as palavras de Cavaco a darem-me o alerta ("É dessa forma que nós vamos conseguir renovar a classe empresarial portuguesa"), foi depois a pesquisa feita. Andei de um para outro lado e fiquei assustado pois, sobre o tema, são muitos os que se "fecham em copas", mas lá dei com o texto do "5 dias" e com um outro...»
in "O empreendedorismo, doença senil do capitalismo - 1"/ 2.Ag.2014
«A organização* assegura “voluntários oriundos do mundo empresarial”. Estes seguem  um programa que lhe embalará a alma, que a encaixará e transportará num molde comum e normalizado. O modelo, mete medo, os voluntários ensinarão "o que são as profissões, as finanças, ao desenvolverem ideias, construírem o primeiro plano de negócios, gerirem as suas próprias mini-empresas, os alunos aprendem a tornar-se empreendedores a partir dos 6 anos”. Em cerca de 500 escolas, são já 200 mil os meninos que se visa transformar em quadros escravos dos Soares do Santos, Amorins e Belmiros. Escandaliza-se o mundo com o transporte de um menino dentro de uma mala. Não se escandaliza se lhe é transportada a alma?»
 in "O empreendedorismo, doença senil do capitalismo - 2"/ 10.Maio.2015

«Em Janeiro de 2013, julgava ser o empreendedorismo uma moda. Mas temia o risco de ela se instalar, e escrevia: "A moda do empreendedorismo nasce de mãos dadas com o neoliberalismo, ambos se fundamentam no mito que o valor do homem apenas está no «valor que o "mercado" lhe dá». Por isso é preciso que a moda não passe com a tranquilidade com que as modas passam de moda. O que é preciso, necessário, urgente é que acabemos com ela. É preciso acabar com a moda, agora!" Em Agosto de 2014, confirmava a suspeita de o empreendedorismo se ter imposto, o DN dava-lhe rosto, dedicando-lhe página inteira divulgando o projecto "EmpCriança". Então, pensei "Vai ser muito difícil sair desta selva". Hoje, percebi que na selva o "neoliberalismo" teria já ultimado o efeito predador. Estamos próximos do que a escola já fora, embora com outros métodos e bandeiras. Recordam-se disto
in "O empreendedorismo, doença senil do capitalismo - 3"/ 11.Maio.2015

«Cuestionamos la idea de enmarcar el espíritu emprendedor como una asignatura más. El emprendimiento es una actitud, y por eso sugerimos que sea considerado un eje transversal en la formación del individuo a lo largo de la vida, empezando desde la escuela primaria.»
 na XXV Cimeira Ibero-americana?
que merda é esta?