03 outubro, 2016

ONU, ONU, para que nos serves tu?


Tenho acompanhado as notícias, posições e declarações e venho ao tema não para demonstrar repúdio ou dar previsões quanto ao desfecho da disputa.
A minha questão é de fundo: está a ONU em condições para resolver os problemas do Mundo e cumprir a sua missão? Que pode tal organização para além do que é decidido em Bindelberg? E no G7? E no G20? E em outros areópagos onde a concertação passa pelos interesses de um número reduzido de grandes e poderosos e à margem dos seus povos? Qualquer cimeira entre essa gente esvazia de sentido qualquer outro caminho e passa a valer o "deles".
Quem?
Boa pergunta!

6 comentários:

Anónimo disse...

A ONU é só uma boa maneira de arranjar uns quantos tachos para uns quantos gajos que, de outra maneira, morreriam à fome por não saber fazer nada!
É como o palácio de Belém, ou o Parlamento Europeu, mas em grande!
Utilidade para além disso?
Nenhuma...

:)

Observador disse...

Agradeço, caro Rogério, que quando souber de uma coisa, só uma, para que a ONU sirva, nos diga. Só para festejarmos o momento condignamente.

Anónimo disse...

...para nós? Não me parece que tenha utilidade, agora para "eles"...

Abraço!


Maria João

Rogerio G. V. Pereira disse...

Utilidade?
Tem muita, para os poderes instalados...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Meu caro,
ainda não suspendi a minha contribuição anual para a UNICEF
ainda reconheço importância e operacionalidade na OMS
e a UNESCO ainda mexe

o resto, esquece

Rogerio G. V. Pereira disse...

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada