13 dezembro, 2017

Sorriam, é (quase) Natal

 
Sorriam, é (quase) Natal

Há sorrisos para todos os gostos
Há-os irónicos
Há-os trocistas, os sumptuosos
os envergonhados, os dos vaidosos
Há sorrisos alarves e há os tímidos
Há os sorrisos dos vencedores
e os sorrisos humildes dos vencidos
Há os sorrisos de desdém

E cada um mostra o sorriso que tem
O meu?
O meu é convicto, embora triste
E tu? O teu?, porque sorriste?
Rogerito
Enviar um comentário