04 dezembro, 2017

Clube Futsal de Oeiras, um marco no associativismo desportivo - II


Depois da primeira vez que fui, fiquei fã e voltei. Julgam que foi para ver o Diogo fazer fintas, dribles vistosos, cortes oportunos, corridas de estilo, centros a preceito e remates com jeito? Nem pensem*... aliás, perdi um belo golo que o Diogo marcou... fui lá para confirmar o que já tinha percebido, daquela vez.. ao ter lá ido.


*A avó, depois de ler isto veio dar-me uma reprimenda por eu não ter deixado um carinho,.. como se este post não fosse, todo ele, eivado de ternura

3 comentários:

Catarina disse...

Gosto muito de ver os garotos praticar desportos... principalmente futebol!

Faz-me recordar os bons tempos que passei em campos de futebol ao longo de alguns anos.

: )

Anónimo disse...

Tens razão, Rogério; todo este post estua carinho :)

Vivam o Diogo e o Clube Futsal de Oeiras!


Maria João

Lídia Borges disse...

Muito bem!
O desporto faz crescer, pelo lado de fora e pelo dentro, se for bem orientado, claro.

Lídia