28 abril, 2018

...somos todos "Desenhadores de Sonhos"


Sim, sou um desenhador de sonhos. De certa forma, somos todos Desenhadores de Sonhos. Desenhamos-os de diferentes formas, mas a melhor é desenhar por gestos, gestos-ação, acompanhados de palavras-de-ordem, ou de cânticos, ou de protestos...

Porque só agora publico isto? Porque até julgava este trabalho perdido...

11 comentários:

Maria João Brito de Sousa disse...

De saída, como vai sendo habitual aos sábados, domingos e feriados, não podia deixar de passar por cá para deixar o meu abraço aos desenhadores de sonhos.

Fica-me uma dúvida que não resisto a transformar em pergunta; por que pensaste, em tempos, que este seria um trabalho perdido?

Larissa Santos disse...

Grande verdade :)) Adorei. Bom dia.

Hoje:- "Poetizando..." Outros tempos, e formas, de falar ao coração

Bjos
Votos de um Feliz Domingo.

Anónimo disse...

Temos andado a lutar contra as Consequências e não contra as Causas.
Não há como as metáforas:
Imagine uma sociedade onde todos sofriam da doença de Autolesão e passavam a exigir todo o tipo de ligaduras.
Quem aproveitava?
Os vendedores de ligaduras, pensos e afins. O negócio seria tão bom que, no final, acabaria todo nas mãos de uma grande Corporação.
Qual a solução?
Continuar a exigir mais marcas de ligaduras, pensos maiores e desinfectantes mais baratos?
Não seria melhor explicar a doença e parar com a auto-mutilação?

Causa/Consequência é uma das Leis Imutáveis desta nossa Realidade mas, só foi preciso educar as pessoas para, erradamente, pensarem que podem lutar ou mudar as consequências porque, a uma minoria, convém que nunca pensem em mudar as causas.

Antes de comer ou beber demasiado para evitar uma indigestão, fomos programados não para a evitar mas, para procurar as mil maneiras de tentar tratar indigestões, o melhor Programa para nos escravizar.

Nesta nossa Realidade, por Lei (não feita pelo homem) só é possível mudar as Causas e Nunca as Consequências.
Em Sistemas Complexos é difícil enxergar esta Lei mas ela existe, está apenas no Tempo que demora a chegar a Consequência. As pessoas sabem que tocar no lume queima porque a Consequência é imediata mas, quando demora, pensam que esta Lei não se aplica.
É este o tipo de Conhecimento que tem sido sonegado às massas porque, lutando apenas contra as Consequências acabam por repetir, até à exaustão, aquilo que nunca as irá Libertar.

O erro mais comum, é alguém pensar que alguma das suas acções não traz Consequências e, aqui, com muitos a pensar o mesmo... vamos acabar como meros "activos/passivos" de uma Grande Corporação e, aí, Ai dos que dêem prejuízo.

Conhecimento ensinado nas tais sociedades secretas das elites e, uns, usam-no para o Bem e, outros, para se aproveitarem dele ou nos escravizar.
Quem achar isto ridículo, por ser demasiado simples, devia questionar a razão de, até Trump, ter tido uma professora de Cabala ou Kabbalah (tanto faz).

Por exemplo, se queremos uma sociedade sem censura, cada um é responsável para que isso não aconteça e não esperar que, mais tarde, se possam arranjar umas "ligaduras".
A real maioria ainda tem o Poder de escolher a sociedade em que quer viver mas, infelizmente, com a ajuda da tecnologia, estamos todos a ficar sem tempo... de aprender que, somos como peças de dominó, alinhadas em pé, em longas sequências e, nem interessa qual, basta uma ser derrubada que derruba a peça seguinte, e assim por diante, até, finalmente, todas caírem. Todos somos peças, todos somos responsáveis por cada uma das nossas acções.
Por maldade ou ignorância, praticamente, temos ajudado ou feito o trabalho sozinhos.

Não há nada mais perigoso para o status quo, do que a maioria usar a sua Consciência Moral mas, isto implica viver conscientemente, esforço, trabalho e Pensar (antes de, em vez de, depois de) porque quando a acção implique apenas o reagir é completamente inútil.

Não é por acaso dizer que, cada povo tem o governo que merece e, como estamos no final do percurso, a caminho de um Governo Global, não só estamos a ficar sem tempo como podemos imaginar, o tipo de governo que merecemos... porque, Causa/Consequência é Lei, gostemos ou não gostemos e não se compadece com ignorância nem idade. Uma criança que se aproxime demasiado da beira de uma ravina, não é por ser criança que se salva da Consequência, a razão de ter que haver alguém que nos ensine porque, nenhum de nós, nasce ensinado.

A razão desta nossa experiência a que chamamos Vida é, precisamente, a de vir aprender mas há muito, muito tempo que esta experiência foi corrompida, para atingir um determinado objectivo e, pelo menos, já temos uma ideia da malignidade de quem está a usar esse Conhecimento e que, definitivamente, não é para o nosso Bem.
Aqueles que o sabem, têm a Obrigação Moral de o transmitir ou estarão a colaborar com aqueles que o querem sonegar.

Como distinguir uns dos outros?
"Pelos seus frutos os conhecereis" Mateus 12:33
Mafalda

Rogerio G. V. Pereira disse...

Dia 25 colhi cerca 1 hora de imagens, 48 pequenos vídeos e comecei a apará-los, fazendo pequenos cortes, pois ninguém vê um vídeo longo...

Depois foi ligar tudo, bocado a bocado, dar-lhe titulo e, por último, processar tudo o que o sistema faz lentamente (mais ou menos três horas) e já eram 2 da manhã. Ficou o computador ligado e fui à deita pois o sono estava à espreita...

... de manhã, quando procurei o trabalho, tinha-se escapulido para um qualquer lado. Julguei que o tinha perdido... encontrei-o sem querer, numa pasta mal amanhada... foi assim!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Adorei, também

Rogerio G. V. Pereira disse...

Tens razão, o conhecimento não é uma valor em si mesmo, o que vale é o que fazemos com ele...

Quanto ao resto, tenho uma frase batida

"É insanidade fazer sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes!"

Elvira Carvalho disse...

Gostei de ver. Espero vê-lo depois de amanhã.
E o Sexta está hoje em festa. Se puder e quiser, passe por lá.
Abraço e bom domingo

Maria João Brito de Sousa disse...

Ah! Estava longe de imaginar que fosse isso, rsrsrs... mas já me aconteceu o mesmo e não tive a mesma sorte que tu. Já perdi "n" coisas que nunca voltei a encontrar...

Obrigada por me teres respondido.

Anónimo disse...

Rogério
Por sinal, uma frase bem verdadeira e antiga
"Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes" - Albert Einstein ;)

Mafalda

Rogerio G. V. Pereira disse...

De seu a seu dono. A última coisa que poderia ocorrer era assumir a frase como minha. Citei-a montes de vezes, nomeadamente fazendo-lhe um trocadilho

http://conversavinagrada.blogspot.pt/2016/02/o-orcamento-mudanca-e-os-meus-diagos.html

Rogerio G. V. Pereira disse...

Fui à festa

e deixei lá discurso

Querida amiga
Conto sair daqui
com os copos
O primeiro, ergo, saúdo e bebo, à persistência
O segundo, ergo, saúdo e bebo, à pré-adolescência
O terceiro, ergo, saúdo e bebo, à superação
O quarto, ergo, saúdo e bebo, à criatividade
O quinto, ergo, saúdo e bebo, à simpatia
O sexto,
tô tonto, já nem me lembro
Ah!, claro, tchim, tchim,
que sejam muitos os anos que ande por aqui

Quanto ao bolo
tá tão bonito, que só o provo