23 outubro, 2010

Ainda há arame farpado, por muito lado...

Foi mais ou menos isto que escrevi numa réplica a um poema da Salate Catae.
De lá também trouxe aquela neblina, o arame farpado e
aquelas duas gotas de orvalho, lado a lado...