31 julho, 2012

Ser feliz?


A felicidade não é, vai sendo, porque se sente diferente a cada momento
Neste de agora, e para mim, ser feliz é saber olhar para trás, saborear a memória
e olhar o relógio apenas para não causar desconforto a quem me espera,
sabendo que tenho alguém me esperando...
 O resto são pequenas (e grandes) crises de egoísmo, 
que passam de seguida, depois de uma noite bem dormida.

14 comentários:

Sandra Subtil disse...

"A felicidade não é, vai sendo..."
Concordo em absoluto.
Gosto muito de ler aquilo que escreve, Rogério.
É uma pessoa frontal, culta, humana, consciente, inconformada, acutilante,mas sensível e eu tenho muito orgulho de fazer parte dos seus seguidores.
Abraço

shan-Tinha disse...

tenho um arquivo cheinho de felicidades e o tempo vai mostrando que cada vez mais elas são maiores em intensidade e menores em motivos! obrigada pelo carinho amigo, nessa grande felicidade de encontros esperados! bj!

Palavras Vagabundas disse...

Amei isso: a felicidade não é, vai sendo...
bjs
Jussara

Janita disse...

Meu querido amigo.
Saber que existe alguém te esperando...vai sendo uma grande felicidade, verdade?
Beijos, com desejos que a Felicidade vá sendo todos os dias...sempre!

Janita

Canto da Boca disse...

Em mundo tão cheio de vicissitudes, penso que não podemos engessar a felicidade apenas em um momento, ou determiná-la apenas em um espaço... E deste uma bela definição, afinal, ela é também um exercício diário.

;)

Graça Sampaio disse...

Que texto tão otimista! Gostei!

Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Há algo na minha memória que apaga parte da felicidade vivida! :-((

Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Estranhei o optimismo e pensei até se estaria mesmo na Conversa Avinagrada:-))
Concordo em parte. A felicidade não podendo ser um estado permanente ( caso contrário não seria felicidade)deve ser vivida em cada momento. É importante relativizar algumas coisas, superar algumas contrariedades e não ser demasiado pessimista.
Mas já tive melhores dias em matéria de felicidade. E a culpa, diga-se a verdade, não é deste governo, é da Vida que de repente se tornou madrasta.
Melhores dias virão. Espero...

Rogério Pereira disse...

Um esclarecimento adicional para que não me interpretem mal, como parece estar a acontecer quando falam em visão optimista (e pouco avinagrada). É que considero que minhas dores e sofrimentos a serem referidos daria ênfase ao que eu chamo "egoísmos". Há forte dose de egoísmo quando nos julgamos o alvo de todos os sofrimentos, dos grandes e dos pequenos. E depois escrevo que os reparo com um sono bem dormido. O sono reparador é uma conquista da minha consciência. É isso! Tenho sono de justo, durmo como um menino e, quando acordo, acordo para um novo dia.

Podia escrever o post, com uma simples frase:

Ser feliz é dormir bem e ao meu lado estar alguém

BRANCAMAR disse...

Concordo plenamente, digamos que a felicidade é o saldo positivo que tiramos da vida, ela vai sendo, sim... :))

Beijos

Fada do bosque disse...

"Ser Feliz é dormir bem e ao lado estar alguém" Nunca tinha visto uma descrição tão simples e plena da Felicidade! Na Mouche! Adorei. :)


Depois da noite que passou, ter dormido umas boas horas estou aqui a fervilhar de felicidade, ainda mais encontro sempre um sorriso pela manhã, acompanhado de pequeno almoço e por vezes, vem uma rosa do nosso jardim... senão como teria arcaboiço para o tipo de posts que faço?

Um beijo

Fada do bosque disse...

Ah! e deixe lá essa do pessimismo... de pessimista já ninguém me livra, mas apenas os "acordados" sabem o que é o optimismo e a felicidade e quando dormem, é p´ra valer! :) Ora diga lá!... :)

Deu para entender? :))

Fada do bosque disse...

Apesar de muitas vezes achar que não irei nunca mais dormir descansada, como ontem, mas felizmente a minha consciência afasta as coisas más. Também consegui essa conquista.

Abração! como diz o mano brasileiro!:)

Maria João Brito de Sousa disse...

Acho que já respondi no comentário ao negativo desta foto... talvez não saiba explicar exactamente o que é, mas sei por onde passa...

Abraço grande!