05 agosto, 2014

Alvaro Siza Vieira doou um espólio de uma vida inteira


Enquanto o vespeiro do dinheiro continua em convulsão, enquanto em torno do banco bom se voltam a reunir os maus e à volta do banco mau padecem os trafulhas e incautos, decido editar Siza. 
Por pena minha, não tenho uma etiqueta para registar "interregnos para gestos dignos". Em vez de "gesto digno" fica em "coisas belas". Não fica mal. É que doar um espólio de uma vida inteira não é brincadeira (doar, e não depositar, como insinua o jornalista) e é um gesto belo.

Porquê isto? Ora, por uma data de coisas (ver vídeo abaixo) e onde a entrevista que Siza deu ao Público é um mero pretexto. 



9 comentários:

São disse...

Acho que este projecto de doação,já deixou de existir...

Numa reportagem que li muito recentemente, há o risco de todo o espólio de Siza ir para o Canadá!

Boa semana, sem mais Espíritos malignos a assombrar as mossas vidas

Tétisq disse...

confiou...

Rogerio G. V. Pereira disse...

São,

O link do meu post é do Público de hoje

Tétisq,

Siza diz que doação (claro que dá a quem confia, mas confiar dá para ir lá buscar, o que não parece ser o caso... o homem já tem mais de 80 anos...)

http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/alvaro-siza-divide-arquivo-pelo-mundo-da-sua-arquitectura-1664099

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ao que li, parte vai para o Canadá e outra parte fica por cá.

Mar Arável disse...

Por cá fica quase tudo

Os céus nada querem
e da terra não passaremos
mas ainda há Homens vivos
de corpo inteiro

Abraço amigo

heretico disse...

o Mundo é a sua Casa!...

abraço, meu caro Rogério

Majo disse...

~
~ Matosinhos fica a ganhar...

~ Há muito que o simpático arquiteto tinha preparada a casa de sua família, por ele reabilitada e com seu espólio, para o doar.

~ Quanto ao vídeo e as suas palavras sobre a CDU, concordo com ele, em absoluto.

Agostinho disse...

Uma escolha acertada.
Também há gente honesta e com talento nesta terra. Se lhes dessem o palco sem sofismas e o retirassem aos trafulhas, ladrões e pavões o país seria melhor.

Maria Eu disse...

Ainda há HOMENS assim!


Beijinhos Marianos, Rogério! :)