20 novembro, 2013

O Livro. O Livre. A classe média... e o Euromilhões

A Ironia do Projecto Europeu: talvez sobreviva o Euromilhões
"Penso que essa predominância (da direita) se deve também, e talvez até principalmente, a uma percepção por muitas pessoas das propostas da esquerda não como injustas ou erradas, mas como eminentemente irrealistas e feridas de tal forma de irrazoabilidade que nem sequer o pleno das forças de esquerda conseguem reunir."

Isto aparece escrito. Assim, podemos esperar que para se conseguir o tal pleno é preciso colocar de lado propostas, mesmo que justas, votá-las ao ostracismo, mesmo se certas... vão procurar, então, a tal razoabilidade que leve a pequena e média burguesia a dar-lhes mais crédito que aquela que depositam nos resultados das "raspadinhas", na esperança de virem a ser remediados ou até excêntricos endinheirados.  Tudo se resolve com uma consciência de classe que tarda...

Até lá vão surgindo iniciativas, mas alguém lembrou bem lembrado "É como andar a lavar a louça num alguidar com a mesma água: ela vai parecer lavada."

1 comentário:

  1. A consciência de classe tarda. Sei que não falhará... mas tarda...


    Abraço!

    ResponderEliminar