16 dezembro, 2010

A verdade sobre o Pai de Natal



Este post resulta de um gesto feio
pois foi buscar trabalho alheio (aqui)

6 comentários:

folha seca disse...

Caro Rogério
Não é um gesto feio, antes pelo contrário. Republicar estas coisas é bonito
Abraço

A.Tapadinhas disse...

Eu também fiz um gesto de amizade, no "Sem Margens", que considero a justa retribuição, ao que me concedeste, com a tua exposição dos meus quadros no teu blogue.

Um abraço de um Pai Natal menos rezingão!
:)
António

Fê-blue bird disse...

Puxa amigo, e eu que acreditava no Papai Noel :-( acho que ele está fazendo maldades no meu blogue, viu ;-)

Beijinhos

FMF disse...

É a vida. Muitos procuram a verdade mas, quando a encontam, preferem voltar para o seu antigo mundo...

Kimbanda disse...

Olá Rogério, muito apreço pela sua visita lá na minha cubata.
Eu já venho passando por aqui a acompanha-lo há algum tempo, é um prazer.
Estou a partir de viagem, mas senão hoje, na primeira oportunidade cá passarei para ver o artigo que referenciou.
Grato deixo os votos de Festas Felizes para si e para a família.
Kandandos

Tite disse...

Ah!ah!ah!ah! ou
Ho!ho!ho!

Há verdades que são demasiado cruéis para as crianças mas... vale a pena ir preparando as suas mentes para os dias difíceis que ainda estão para vir.

Abraços Natalícios