31 janeiro, 2018

Daniel de Oliveira, os pasquins e o Expresso que os cita e lhes dá relevo...


Neste destaque, do Expresso, só lendo a (pequena) notícia se percebe que o enorme jornalismo do Expresso se serve (e reconhece) a investigação do "Correio da Manhã". Dá-lhe destaque. Amplia-a. Dá-lhe credibilidade...

Daniel de Oliveira, comentador-colunista-do-Expresso-diário, escreve distraidamente:
«Sobra assim tanto tempo e meios para serem as manchetes do “Correio da Manhã” a decidirem a agenda dos procuradores?»
Resposta minha:
«O CM só, não! Mas o Expresso (onde o Daniel escreve) dá uma ajudinha»
Enviar um comentário