16 janeiro, 2016

Belém a Belém, com "apoiantes conhecidos - vivos ou mortos; efectivos ou alegados..."


Belém? Se os pasteis fossem assim
nem com muita canela
engolia esta mistela

(ah grande Fernando Campos)

12 comentários:

  1. Entre um pastel de Belém e o senhor NÓDOA, prefiro engolir esta mistela com mesmo muita canela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São preferências
      impróprias de uma Teresa?
      São, com toda a certeza!

      Tem uma semana para mudar de opinião
      Teremos Marcelo, caso não

      Eliminar
  2. Também não voto Belém.

    Votarei António Sampaio da Nóvoa.

    ResponderEliminar
  3. Também não me convence.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quer me cá parecer
      Que a função dela nem é convencer

      Boa semana
      bem precisamos que o seja

      Eliminar
  4. A sua candidatura pode retirar alguns votos a Marcelo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois de ouvir a Alegre
      não sei se não serão mais os socialistas que ficarão em casa
      do que os votos "desviados" de Marcelo!

      Eliminar
  5. Se se confirmar a sobreposição de Belém à direita com a esquerda Mercelista pescará mais nesse mar quem tiver mais engodo. O que me parece é que a Maria está com o penteado pouco armado e o Comentador continua com o seu número de ilusionismo (in)falível que, para mal dos nossos pecados, continua a ter acolhimento em muita casa portuguesa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Vamos ver

      dizia o cão ao cego"

      como costuma
      dizer O Puma

      Eliminar
  6. Vivi em Belém os anos da minha infância e juventude, e os pastéis sempre foram a minha perdição, com canela ou sem canela :)
    Quanto à Belém, não interessa a ninguém :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar