20 maio, 2013

Conselho de Estado. E se, por absurdo, acontecesse...


Começou há poucos minutos... e durará até às tantas

Na sua composição, o Conselho representa o centrão. Se, por absurdo, o Presidente dissolvesse o Conselho de Estado na sequência deste o ter a aconselhado a que se demitisse abrir-se-ia uma crise nesta "democracia".  Esta implodiria. Não será possível esperar isso, mas é isso o que todos os portugueses passaram a esperar. Esperam um absurdo? Claro que não, tal há-de acontecer mas não numa só reunião... Acontecerá lentamente. Se não assim, de um modo diferente... É que toda aquela gente ali reunida tende a representar apenas 10,8 % dos anseios manifestados em "que se pague a dívida", honrando os seus (deles) compromissos. Dos outros, mais de 80% querem ver a troika sair porta a fora...

Estão todos reunidos, representantes dos partidos que assinaram o "acordo", em choque com os 47,8% de portugueses que consideram que o acordo não devia ter sido assinado. É verdade que se trata apenas de uma sondagem, mas é por isso que se ouvirá na rua: "a luta continua!"

10 comentários:

Tétisq disse...

interessante seria algum dos conselheiros sugerir que dissolva o parlamento (fazendo cair o governo) na presença do Passos Coelho ...

JP disse...

Interessante o que disse a Tétisq aqui em cima. Sem dúvida.

Mas a composição do Conselho de Estado não permitia isso....e os portugueses vão continuar essa "luta que continua". Brevemente haveremos de ver...

Abraço

JP disse...

Está a acontecer uma coisa esquisita aqui....comento mas o comentário nunca aparece. Não sei.

Interessante o que a Téstiq em cima diz, mas a composição do Conselho de Estado não permite.

E a maioria do povo continuará "a luta que continua", como brevemente teremos oportunidade de verificar.

Graça Sampaio disse...

Esse absurdo poderia ter consequências muito negativas para todos nós. Às vezes basta um pequeno absurdo desses para que a ditadura se faça instalar... e quiçá, perma-ne-cer...

O Puma disse...

Por absurdo

Cavaco foi votado

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu até acredito ( talvez seja ingenuidade minha...) que algum dos conselheiros tenha sugerido ao PR a demissão do governo, mas o homem agora só ouve a corte celestial.

Rogério Pereira disse...

Carlos,
eu falo em absurdo e não em coisas previsíveis...

maceta disse...

já não é absurdo dizer que há grandes nódoas...

Fê Blue bird disse...

Este conselho não vai dar em nada, todos sabemos disso.
Mas o povo pode e deve fazer o que o meu amigo tanto sugere:

Ir para a rua, manifestar-se, revoltar-se e unir-se até este absurdo deixar de o ser.

beijinho

© Piedade Araújo Sol disse...

tudo farinha do mesmo saco...

:(