05 outubro, 2014

5 de Outubro: um olhar republicano sobre o outro lado do oceano

«Bombardeado todo santo dia pela grande mídia com notícias negativas do governo (...), o leitor acaba assimilando as informações distorcidas e tendenciosas como se verdadeiras fossem.» (ler aqui)

Por cá, a imprensa portuguesa segue a brasileira. A imprensa escrita usa os despachos das agências que abastecem as redações dos jornais brasileiros. Os comentadores encartados, nas colunas de opinião, citam a Veja, a Folha e o Estadão... os telejornais passam imagens da Rede Globo e imitam o que se lá se faz e dizem ouvir o povo. O DN de hoje trás uma primeira página expressiva e dez mil caracteres explicando o inexplicável, à luz da sua própria argumentação: Dilma vai ganhar, não importa se na primeira se na segunda volta.  Mas não é só a imprensa portuguesa que faz fogo à peça. Passo a citar um desmiolado que deixa o seguinte recado: "Cinco razões para não escolher Dilma - lista a Forbes. Hoje é um dia triste para o Brasil, entra em recessão técnica e a verdade é que o Governo falhou e deixa uma herança pesada - lamentava anteontem a The Economist. Sondagens mostram Marina Silva a derrotar Dilma - celebrava Wall Street Journal.(...) Marina (...) tem conquistado perfis de página inteira no Financial Times e insistentes reportagens nas televisões globais."

Mas então, como é que Dilma se afirma? O que eu acho, é que se afirma pelo que é dito no vídeo abaixo...


5 comentários:

Janita disse...

No outro lado do Oceano os votos já começaram a ser contados...Vamos ver como ficam os resultados.

O Neves e a Marina já pensam na segunda volta...Eu torço pela Dilma!

Esperemos para ver!

Que os nossos irmãos não vejam a sua vida piorar.

Um abraço.

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Caro amigo, nunca confiei na Dilma, o seu passado bem distante é triste, infelizmente o passado negro do Brasil na ditadura militar que tantos crimes cometeu, ela fez parte do outro lado, só que era guerrilheira, só que roubou bancos em nome da sua guerrilha e da justiça contra os militares, também matou gente, gente que não tinha como se defender, gente que não tinha culpa de fazer parte do sistema, meu amigo para mim ninguém muda tão radicalmente, o PT infelizmente lotou o Brasil de vergonha, deste o governo do Lula, escândalo, em cima de escândalo, sempre altos cargos do governo metidos em roubos, a corja que eram braço direito do Lula, agora foram presos, depois da demora de vários anos para o julgamento, foram condenados. A Dilma defendeu o Presidente e diretoria da Petrobrás publicamente achando uma ofensa desconfiar deles, hoje já estão presos e eles entregando muitos dos políticos do PT, e de alguns políticos coligados com o PT. Agora votar novamente no PT? A Marina a maioria não queria, queríamos quem morreu logo no início da campanha. Aécio Neves? Fez um grande governo em Minas Gerais, cortou secretárias, e cortou o seu salário e o salário dos políticos que compunham o seu governo em Minas Gerais, não se levantou nenhum escândalo com o seu nome ou nome de alguém de seu governo, Minas melhorou muito, na saúde, na educação, no transporte e segurança. Então, votei nele e muitos também o fizeram, derrubamos a Marina e torço para que contra toda esta falsa propaganda de já ganhei derrubaremos a Dilma, se o Pai achar que é hora do Brasil realmente melhorar, se o povo merecer, senão paciência, teremos que sofrer mais um bocadinho para aprender, beijos Luconi

O Puma disse...

Estou com o povo

voto nos defeitos da Dilma

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Dilma já não tem muito onde ir buscar votos e Aécio conta com o apoio de Marina.
Quase impossível para Dilma, continuar no Planalto mas, enquanto há vida, há esperança de um golpe de asa do PT que corrija o erro que Dilma cometeu ao atacar exclusivamente Marina e deixar Aécio a ver a cena de palanque.

Ana Tapadas disse...

Das alianças a seguir...se apurará o mentir...

bjs