04 janeiro, 2015

Geração sentada, conversando na esplanada - 80 (Muito mais que dois milhões, mais de 63% de share)

(ler conversa anterior)
«A gala final da «Casa dos Segredos 5» arrasou a concorrência, registando uma audiência média de 15,9% e um share de 45,1%. Pelas 01h20, o reality show da TVI atingiu um pico máximo de audiência instantânea com 2 milhões e 22 mil telespectadores (63,3% de share).»

A Rita trouxe o filho. Há precisamente dois anos que não o trazia mas o rafeiro logo o reconheceu. O reencontro deu-se com alegria reciproca e o abraço foi demorado. A Teresa, "Então, então, nós não somos ninguém?" e não foram. A criança nem nos olhou, depois do cumprimento correu para o longe com o rafeiro atrás, ladrando, enxotando o melro e o pombo. Elas não comentaram e nós também permanecemos silenciosos. 
"Então? A tua passagem de ano?"
"Não saímos, o miúdo queria ver a Gala e o frio também não convidava..."
"Ver a Gala?!... da casa dos segredos? E deixas o miúdo ver aquilo?"
"Quê?, ele disse-me que os colegas lá da escola todos veem!"
O engenheiro, com ar alarmado, virou-se para mim "Sabe? Ainda me recordo de uma longa frase sua, em que dizia:
"Podemos, se queremos, carregar na mochila da escola tudo o que ela pode levar. E a criança leva. Leva até não poder carregar e se cair pode-se levantar. Ou não. Depois vamos aliviar a carga. Só nessa altura percebemos que não levava nada que lhe fosse útil. É nessa altura que ficamos alarmados. Mas já aconteceu a queda"

7 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rogériamigo

Pelos vistos não aceitaste o meu "águas passadas"... Por isso venho despedir-me, prometo não voltar a chatear e largar-te da mão. Tentei - mas não resultou. Obrigado

Abç

Catarina disse...

Gostei de ler!
Tb achei curioso o uso do título académico. Falta de hábito (nem sei se alguma vez o tive) no que me diz respeito. O meu filho tb se formou em engenharia. Ninguém o chama por engenheiro ou senhor engenheiro. Outras terras, outros costumes.

Elvira Carvalho disse...

Eu devo ser anormal. Ou estou completamente ultrapassada. É que nunca vi a casa dos segredos. Valha a verdade que também não vejo muita TV. Mas também ou nos entopem com anúncios ou com novelas. E eu tenho pouca paciência para isso.
Um abraço e uma boa semana

Olívia disse...

"que os adultos [vejam], enfim...
mas as crianças, senhor porque lhes dais tanta dor, porque padecem assim"

Augusto Gil adulterado.

Não a "Balada da Neve", mas A arte de "emburrecer".

Bj.

Fernando Santos (Chana) disse...

Na verdade, não vejo esse tipo de programas! Gostei de ler o seu texto....
Um abraço

Fê blue bird disse...

Que futuro terá uma geração que "carrega" tanta tralha ?
Mas isto é mesmo assim, manipulado, porque querem burros de carga.

beijinho e boa semana

Graça Sampaio disse...

Belíssima a metáfora final! Bem como a imagem que é de uma doçura extrema.

Quanto ao pessoal que segue a «casa dos degredos», bem... uma tristeza!