31 julho, 2018

O meu alvo são as estratégias da direita. Contra o Bloco não ergo bandeira


Estou concentrado nas estratégias da direita, nas reaproximações concretizadas entre o PSD e o PS, no regresso ao "arco da governação", de que são expressivos exemplos os entendimentos em matéria de legislação laboral e, também, quanto aos Fundos Estruturais e quanto à "falsa descentralização" de competências nas câmaras municipais.

Esse é o meu alvo. Mas reconheço que o Bloco tem muito que fazer para dar credibilidade à mensagem que quer fazer passar junto do seu eleitorado... 

E não me refiro unicamente ao "caso Robles" mas à sucessão de casos: o dar morada errada para aceder a mais uns patacos; quanto às touradas, defender em Vila Franca uma posição e no Parlamento o contrário dela; o ser contra a NATO e apoiar a invasão da Líbia; o apoiar o golpe nazi-fascista na Ucrânia, são casos a mais.

Não faço destas incoerências bandeira e no meu espaço nunca antes me refiro a isto... mas reconheço que é importante que tal seja referido... e aqui fica a referência e a tranquilidade da nossa consciência.

Sem comentários: