10 abril, 2015

Ainda é cedo, mas uma coisa é certa, não há mais sapos para ninguém!

Não tenho a notoriedade suficiente para ver ser sondada a minha disponibilidade enquanto possível apoiante de Sampaio da Nóvoa, tal como  aconteceu ao Samuel.
Segundo o testemunho do dito,  a figura de Sampaio da Nóvoa é-lhe simpática. A mim também. Já por várias vezes lhe ouviu, em publico, coisas que terá gostado muito…Eu, também (e até registei).
Ele e eu conseguimos imaginá-lo a substituir aquela infame cavalgadura que agora ocupa o cargo… transportando para Belém a cultura, a inteligência, o tacto, a simpatia de que já deu mostras… e só essa imagem deveria fazer com que nos atirássemos ao homem e não o largássemos mais… até o ver eleito.
Infelizmente, a vida é mais complicada… mas uma coisa podemos garantir:
Se o homem se nos apresentar numa segunda volta como o candidato que enfrenta a direita reaccionária dos "Santanas Lopes", dos "Marcelos", ou do ©∑πƒ®¥ø… aí nem tenho dúvidas!!! Não só votaremos nele, como, ao contrário do que já fizemos antes (pelas mesmas razões) votaremos com prazer! E eu, por mim, até diria que desistir em seu favor logo na primeira volta não é hipótese excluída, como também já aconteceu...
O Samuel termina com uma frase lapidar e eu termino igual: «Seja como for… ainda muita água vai correr sob as pontes (até sobre, em locais de cheias mais fortes) e, portanto, para já…»
Sobre o que pensa de tudo isto o PS? Não falarei disso, outros o fazem melhor do que eu!
PS - O Samuel que me desculpe por a citação são ser clara, mas quando falamos em coro não se distingue o que diz um e o que diz o outro